Últimas

Organizações da Sociedade Civil recebem visita da Prefeitura de Manaus após celebração de Termo de Fomento

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), visitou, na manhã desta segunda-feira, 23/8, duas Organizações da Sociedade Civil (OSC): o Instituto Desafio Jovem de Manaus, localizado no bairro Petrópolis, zona Sul, e a Acolhimento, localizada no bairro Alvorada, após celebração de Termos de Fomento.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As duas entidades atendem população em situação de vulnerabilidade social.

O Instituto Desafio Jovem Manaus acolhe homens com idade entre 18 e 59 anos, oferecendo abrigo a pessoas em situação de vulnerabilidade, que em grande parte são dependentes químicos ou pessoas em situação de rua. Com a instituição foi assinado o Termo de Fomento n° 08/2021 para a execução do projeto “Acolher e Suprir", com objetivo de manter a manutenção e melhoria no atendimento aos 49 abrigados nos Serviços de Acolhimento Institucional e Comunidade Terapêutica Acolhedora da OSC. A emenda parlamentar é do ex-vereador Elias Emanuel, que destinou R$ 40 mil ao projeto.

“Uma das áreas que o prefeito David Almeida pediu que estivéssemos presentes foi com as Organizações da Sociedade Civil e também que valorizássemos os vereadores que tiveram o olhar sensível de destinar emendas parlamentares, para que as instituições possam continuar suas atividades", afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

“Esse recurso vem ajudar muito na prestação de serviços na área da assistência social e precisa ser executado em sua totalidade. São materiais que são comprados e que vão melhorar o trabalho que é realizado junto às famílias mais vulneráveis”, declarou o autor da emenda, Elias Emanuel.

A diretora executiva do Desafio Jovem, Josani Pirangy, explicou que a entidade oferece, além de acolhimento, cursos e treinamentos para a inserção no mercado de trabalho.

“Aqui temos o abrigo que trabalha com os acolhidos, que vem de situação de rua e eles têm liberdade para ir e vir quando quiserem. Eles têm acesso a treinamentos, fazem cursos e oficinas, que oferecemos juntamente com parceiros, como forma de recolocação desses homens no mercado de trabalho”, pontuou

ONG Acolhimento

O Termo de Fomento n° 017/2021 destinou o valor de R$ 70 mil à Organização Não Governamental (ONG) Acolhimento, por meio de emenda parlamentar do vereador Professor Samuel Monteiro, para a realização do projeto “Vida por Vidas”, que adquiriu materiais permanentes para garantir o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social, no fortalecimento de vínculo familiar, e nas oficinas que serão desenvolvidas e que darão autonomia a 60 famílias cadastradas.

A entidade executa serviços de proteção social básica, de convivência, fortalecimento de vínculos, ações de defesa e garantia de direitos, além de desenvolvimento de ações de monitoramento e controle popular sobre o alcance de direitos.

“A emenda contempla matérias permanentes para o bom desenvolvimento do projeto Vida por Vidas com cursos de qualificação profissional e geração de renda na reestruturação da sociedade em período pandêmico", explicou a psicóloga e coordenadora de projetos da ONG Acolhimento, Márcia Protázio.

Com o valor recebido foram adquiridos materiais para uso no local como notebook, impressora, computador, caixas de som, projetor, gravador digital de vídeo, entre outros, que vão auxiliar no desenvolvimento das atividades.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.