Últimas

Paic-FCecon homenageia egressos e dá boas-vindas a novos bolsistas

Vinte egressos do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic) da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) foram homenageados, nesta quarta-feira (11/08), durante a X Jornada Científica do programa, como parte da programação pelos dez anos do Paic na instituição. O dia foi marcado, também, pela acolhida aos novos bolsistas da Fundação.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O Paic é um programa de iniciação científica, vinculado à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), que fomenta a ciência. Na FCecon, os projetos são voltados à Oncologia.

O primeiro dia da X Jornada Científica do Paic ocorreu de forma híbrida, no auditório João Batista Baldino, 3º andar da FCecon, e em plataforma digital. Até sexta-feira (13/08), a jornada continua com defesas de projetos e premiação às melhores apresentações.

Dez anos – Durante a abertura, a coordenadora do Paic-FCecon, diretora de Ensino e Pesquisa da Fundação (DEP), Kátia Luz Torres, destacou a importância do programa na formação de pesquisadores e contribuição para a ciência voltada à Oncologia.

“Nesses dez anos, temos a participação de 465 alunos e 52 orientadores com pesquisas voltadas à Oncologia, para propor mudanças e melhorias na assistência ao paciente oncológico. Estamos muito felizes e orgulhosos desta história; e da contribuição do programa à produção científica da Fundação Cecon e do Estado do Amazonas”, disse Torres.

Vinte ex-bolsistas do programa foram homenageados com exposição de banners e entrega de certificados e troféus. A diretora técnico-científica da Fapeam, Márcia Mavignier, recebeu troféu destinado à Fundação pelo apoio ao programa nos últimos dez anos.

Iniciação científica – Na solenidade, também ocorreu a palestra magna “A importância da iniciação científica na carreira do pesquisador”, ministrada pelo pesquisador Allyson Guimarães, que é ex-Paic. Hoje, Guimarães é doutor, professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e orienta alunos de iniciação científica, de mestrado e doutorado.

“A iniciação científica é um divisor de águas na vida do aluno e tem uma importância na carreira de qualquer profissional. A iniciação científica faz toda a diferença na vida do paciente, quando o profissional busca estar sempre atualizado, buscando melhorias para o tratamento”, destacou Guimarães.

Novos projetos – Na tarde desta quarta-feira, 63 novos projetos foram iniciados oficialmente, com a acolhida aos bolsistas do Paic edição 2021-2022. Os estudos serão finalizados em julho do próximo ano.

Os estudos possuem temáticas variadas e um dos destaques vai para a inovação tecnológica em Oncologia, com o projeto “Aplicativo Ella: verificação da usabilidade e da experiência do usuário do aplicativo móvel focado na prevenção do câncer do colo do útero e câncer de mama”.

Outros temas presentes na edição são a caracterização epidemiológica dos pacientes com câncer de pênis nos últimos dez anos; identificação de mutações genéticas em tumores colorretais; técnicas cirúrgicas; uso de medicamentos; dentre outros.

Defesas – E nesta quinta (12/08) e sexta-feira (13/08), ocorrem as defesas de 55 projetos em conclusão. Os alunos farão a defesa oral das pesquisas, e os 15 primeiros colocados nas apresentações receberão prêmios e receberão certificados.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.