Últimas

Prefeitura abre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência com a ‘Corrida do Abracinho’

Com o tema “Inclusão: um processo construído por todos”, a Prefeitura de Manaus deu início, na tarde desta segunda-feira, 23/8, à programação da Semana da Pessoa com Deficiência (PcD), com a “Corrida do Abracinho”, realizada complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A atividade abriu oficialmente as ações da 10ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) desde 2014.

Este ano, para evitar aglomerações, a Semed pretende envolver aproximadamente 500 participantes em uma série de atividades desportivas, de acordo com os limites de cada criança envolvida, e atendendo todos os protocolos sanitários de combate à Covid-19.

Na abertura do evento, o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, destacou que os Jaavas têm o papel de promover um espaço propício de inclusão por meio do esporte, além de ampliar as oportunidades de socialização e aquisição de hábitos saudáveis entre os PcDs.

“Esse é um trabalho que nós, junto com o prefeito David Almeida, fazemos com muito amor e que damos total apoio, seja aos nossos alunos ou de municípios vizinhos. Isso é muito importante, porque faz com que essas famílias, essas crianças possam efetivamente ter esse tipo de inclusão. O nosso amor por essas crianças é enorme e a Semed vai continuar trabalhando, para que elas sejam cada vez mais respeitadas e se sintam felizes em nossa cidade”, disse.

De acordo com a coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, a edição de 2021 vai seguir todos os protocolos de segurança e como nos outros anos, respeitando a individualidade e capacidade de cada aluno.

"Como este ano temos a questão da pandemia, resolvemos fazer com um público menor, com mais cautela, e, principalmente, respeitando todos os protocolos de segurança sanitária determinados pelos órgãos de saúde da prefeitura e do Estado. Mas sem sombra de dúvida vamos ter um grande evento, como nas outras edições, primeiro é um evento muito esperado na nossa cidade e segundo pela importância em si da atividade", explicou.

Corrida

A Corrida do Abracinho foi marcada pela emoção e pelo sentimento de superação dos participantes e seus familiares, porque mesmo com suas limitações os corredores esbanjaram entusiasmo e alegria durante o evento esportivo a céu aberto.

A corridinha, destinada para o público de 1 a 12 anos, contou com a participação de aproximadamente 150 pessoas entre familiares e corredores. Entre elas, pessoas com paralisia cerebral e visual e cadeirantes. Os corredores realizaram um percurso de 5 a 20 metros.

A pequena Alice Bianca Medina, 8, diagnosticada com síndrome de Down, estuda no ensino regular na escola municipal Moisés de França Viana, localizada no bairro Tancredo Neves, zona Leste, além disso, é atendida no Centro Municipal de Educação Especial (CMEE) André Vidal de Araújo, situado no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul. Segundo a mãe da criança, a dona de casa, Andreia de Souza, a corridinha é algo que já faz parte do calendário da família há dois anos.

“Alice adora esse evento, tanto é que ela fica ansiosa por ele e sempre me pergunta dias antes dele acontecer, lógico com suas palavras. Até me emociono, por isso, ela e eu só temos que agradecer por essa iniciativa, por esse momento", declarou Andreia.

O evento também contou com a participação de dez corredores da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae-Iranduba), além de seus familiares.

Para o autônomo Luiz de Sousa, que levou o filho Nelis Souza, 8, para participar pela primeira vez do evento, a iniciativa é muito importante para a vida das crianças.

"Dá para perceber no rosto dessas crianças o quanto esse evento é tão importante na vida delas, porque aqui eles interagem com pessoas que têm a mesma dificuldade que eles, as crianças se divertem, extravasam suas energias e ficam super felizes com isso tudo. Espero que venham outras e outras corridinhas e o Jaavas, para eu trazer meu filho e todas essas crianças tenham esse momento de lazer e ao mesmo tempo de inclusão", frisou.

Programação

Nesta terça-feira, 24, terão atividades de atletismo divididas em corrida, arremesso de peso e salto, realizadas na Vila Olímpica de Manaus, no Dom Pedro, com concentração a partir das 7h30.

Na quarta-feira, 25, acontecerá o circuito, que consiste em provas adaptadas feitas em várias estações. Ao longo da programação serão trabalhados pontos como: desenvolvimento psicomotor, estímulo à independência e autonomia, prevenção de deficiências secundárias e raciocínio lógico dos participantes. A concentração será às 7h30.

No mesmo dia, às 14h, haverá palestra para professores, com o tema “Professores x Inclusão: fortalecimento do vínculo afetivo na aprendizagem dos estudantes”, com transmissão pelo canal Semed Educação Manaus, no YouTube. Na quinta-feira, 26, às 8h, será realizada a palestra sobre estímulo e avaliação também pelo canal Semed Educação Manaus, no YouTube.

A programação será finalizada no dia 27, com a caminhada: passos para inclusão, realizada no Parque Municipal do Idoso (PMI), zona Centro-Sul, onde terá uma série de atividades, entre elas um culto ecumênico, às 8h.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.