Últimas

Prefeitura de Manaus dá início à maratona que vai desenvolver soluções tecnológicas para o serviço público

Começou, nesta sexta-feira, 27/8, a maratona das equipes selecionadas para o Manaus Visão Hack 2021, da Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em parceria com o Instituto Instituto Visão Amazônica.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O evento, em formato hackathon, com cronômetro acionado às 20h, acontece até o próximo domingo, 29, no Casarão da Inovação Cassina, Centro. Serão 48 horas de desafio, com anúncio dos vencedores ao final da competição.

De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto Visão Amazônica, Maurília Gomes, todas as equipes estavam ansiosas pelo hackathon, que visa prospectar soluções inovadoras para serem implementadas pela Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef).

“Estamos bem empolgados. O clima está sendo interessante. Temos uma equipe só de venezuelanos, que enfrentará um desafio por conta do idioma. Tudo está preparado e esperamos que seja uma ação respeitosa e que consiga atender as necessidades da Semef. O evento vai ser, sem dúvida, de muito sucesso”, disse.

O titular da Semtepi, Radyr Júnior, enfatizou que desenvolver ideias inovadoras por meio do órgão é uma determinação do prefeito David Almeida, para incluir Manaus em agendas tecnológicas com ações participativas do cidadão.

“Chegou o grande dia. A nossa intenção é tornar o governo mais digital sobre recursos para investimento e também para dar incentivo ao ambiente de inovação. A ideia de fazer o hackathon é voltada às soluções para o serviço público, mas também para o contribuinte. A Semtepi tem a obrigação de instalar e criar um distrito de inovação. Parabenizo a todos os participantes e que aproveitem o evento", destacou o secretário municipal da Semtepi, Radyr Junior.

O projeto

O projeto “Manaus Visão Hack 2021” prevê a realização de um conjunto de ações, que possuem a finalidade de prospectar soluções inovadoras e sustentáveis, para algumas áreas estratégicas da administração pública municipal, além de colaborar com a formação de lideranças e de profissionais das áreas de tecnologia e inovação na cidade de Manaus.

“Esses jovens têm uma capacidade inestimável de criação, logo, tenho certeza que vão desenvolver ótimas soluções tecnológicas como aplicativos, softwares ou hardwares para otimizar demandas da Prefeitura de Manaus, com foco na Semef”, disse o diretor financeiro do Instituto Visão Amazônica, Erandir Júnior.

Para o competidor da equipe Ágora-Unn, professor Souza Neto, o evento tem muita importância para a implementação da tecnologia e aumenta os níveis de expectativa dos participantes.

“A gente espera coisas muito boas e isso é muito bom. Fazer essa sinergia entre o conhecimento e o serviço público nos causa expectativas para que saiam grandes e bons produtos daqui, que possam ir adiante e serem valorizados pela administração pública. Torço para que eventos dessa natureza aconteçam sempre para entusiasmar a área tecnológica daqui”, ressalta.

Prevenção

Em virtude da pandemia da Covid-19, o evento obedecerá a todas as recomendações sanitárias de combate à transmissão do vírus, como uso obrigatório de máscara e de álcool em gel, além do distanciamento entre os participantes.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.