Últimas

Sepror destaca ações sobre Avicultura de postura em reunião com representantes locais e nacionais do setor

Na manhã desta terça-feira (04/08), a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e órgãos vinculados (Idam, Adaf e ADS) estiveram reunidos com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por videoconferência, para tratar da produção granjeira no Estado e da Instrução Normativa (IN) 56, que trata sobre os procedimentos para registro, fiscalização e controle de estabelecimentos avícolas de reprodução e comerciais.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Foi feito, inicialmente, um balanço das medidas da última reunião, com a criação do plano de ação, para atender à IN 56, sendo esta, uma abertura informal, que trata sobre mudança de exigência de um veterinário, para a liberação da atuação de um técnico rural nas propriedades menores, deixando mais prático obter o Registro de Trabalho (RT).

O titular da pasta, Petrucio Magalhães Junior, falou sobre o compromisso da secretaria em ajudar e incentivar na profissionalização e no crescimento da avicultura no estado.

“Gostaria de reafirmar nosso compromisso com o setor avícola, com os encaminhamentos aqui propostos. O setor primário está motivado, mesmo com todas as dificuldades como enchente e pandemia. Vemos um interesse maior no agro e isso faz com que venha um número maior de investimentos para o setor”, disse Petrucio.

Outro ponto destacado na reunião é a busca de agentes financeiros para ajudar os avicultores que precisam investir em sua produção. A Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) é uma dessas instituições, onde será providenciada uma reunião para alinhamento do que poderá ser feito, visando incentivos financeiros para os avicultores.

Airton Schneider, secretário executivo adjunto de Política Agrícola, Pecuária e Florestal do Amazonas da Sepror, falou sobre a criação de um grupo de trabalho que estará levantando informações e as necessidades dos produtores avícolas.

“Estamos com um grupo de trabalho composto de profissionais pontuais da Sepror para somar esforços. A expectativa é que esse grupo nos entregue um cronograma de visitações nos municípios onde têm atividades da avicultura e, também, os que fazem aquisições de incubatórios, sejam de Manaus ou vindos de São Paulo, fazendo uma discussão direta com os atores envolvidos”, relatou Airton.

Capacitação – Ainda foi discutida a possibilidade de realizar, futuramente, capacitações para técnicos e produtores. A sugestão foi proposta pelo secretário Petrucio Magalhães. E pode contar, até mesmo, com um possível intercâmbio em cidades onde a avicultura tem maior potencial.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.