Últimas

Urgente: mulher que abortou bebê e deu para cachorro comer acaba de ser presa; veja vídeo

Brasil – Uma mulher, suspeita de ser a mãe do bebê que foi encontrado morto na manhã de terça-feira (10), em Itaboraí, foi detida nesta quarta-feira (11) e encaminhada para a Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), no Rio de Janeiro, para prestar depoimento. Somente exames de DNA poderão comprovar se a mulher tem ligação com a criança.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO


O feto foi encontrado numa calçada, sem as pernas e sem os braços. A placenta estava com uma distância de uns 400 metros de onde o feto foi encontrado.

O corpo do bebê, que era um menino, tinha cerca de 30 centímetros, o que indica uma gestação de aproximadamente seis meses. A perícia afirmou que os braços e pernas foram arrancados, mas acreditam no fato de um animal ter puxado os membros, por se tratar de ligações musculares ainda muito moles e frágeis.


Antes de prestar depoimento a jovem receberá atendimento médico.

No local, os moradores estavam revoltados com o caso e clamando por justiça. “Não é obrigada a criar. Leva pra adoção. Mas abandonar assim? Jogar fora igual bicho? Isso não é mãe”, falou inconformada uma jovem, de 19 anos.

Outra moradora do local, com mais experiência de vida destacou as circunstâncias. “Criar filho tá muito difícil. Claro que isso é abominável. Mas não podemos julgar. Essa menina precisa de acompanhamento psicológico “.

A polícia destacou que caso seja comprovada a maternidade, a jovem pode responder por abandono.

A mulher, apontada como suspeita de abandonar o feto, estava com os pés sujos de sangue. Apesar de não confirmar o fato, vários indícios a colocaram como suspeita.



Fonte: Portal CM7

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.