Últimas

Wilson Lima visita obras de duplicação na AM-070 e em três ramais que vão beneficiar 780 famílias de agricultores

O governador Wilson Lima vistoriou, nesta sexta-feira (27/08), as obras de duplicação da AM-070 e de pavimentação de três ramais ao longo da rodovia. Faltam apenas 10 quilômetros para conclusão das obras da AM-070, que conta com um investimento total de R$ 408.148.809,83. E os três ramais estão sendo pavimentados com investimentos de R$ 19.683.978,45.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As melhorias nos ramais Santa Maria, Cachoeira do Castanho e Uga-Uga vão beneficiar 780 famílias de agricultores que vivem nestes ramais, facilitando o escoamento da produção e a locomoção das pessoas. Os ramais estão localizados no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

O prefeito do município, Augusto Ferraz, e os deputados estaduais Dr. Gomes e Tony Medeiros acompanharam a vistoria das obras.

“Nós estamos aproveitando esse momento de estiagem, que é o conhecido verão amazônico, para tocar as nossas obras. Estamos dando condições para que os pequenos produtores possam escoar a sua produção. E aí, tem a questão do desenvolvimento econômico e tem também a questão do desenvolvimento social, da possibilidade de um aluno poder sair da sua casa e chegar até a escola com segurança, de um paciente sair daqui para conseguir um atendimento em Iranduba ou na capital”, destacou o governador.

De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), a execução das três obras nos ramais está gerando 550 empregos diretos e indiretos. O ramal Santa Maria, no quilômetro 13 da AM-070, na área do município de Iranduba, é o que está com os trabalhos mais adiantados, com 74% de execução.

Somente no ramal Santa Maria, o investimento é de R$ 4.732.436,52 para recuperação de 7,33 quilômetros. As obras incluem terraplenagem; serviços de subleito e sub-base, de base, imprimação, pintura de ligação; aplicação de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ); escavação, compactação do aterro, drenagem com a construção de sarjetas e bueiros.

A previsão é concluir a obra no ramal Santa Maria em dezembro deste ano, beneficiando 260 famílias da agricultura familiar, com atividades voltadas à fruticultura, avicultura, piscicultura e olericultura (hortaliças).

Ramal do Uga-Uga – Com acesso pelo quilômetro 26 da AM-070, o ramal Uga-Uga recebe investimentos de R$ 8.241.289,91, para recuperação de 8,6 quilômetros. Nesta etapa, o ramal recebe serviços de drenagem e terraplenagem, tendo sido executados 15% do projeto.

Com a recuperação do ramal do Uga-Uga, o Governo do Estado vai beneficiar 220 famílias da agricultura familiar, que cultivam hortaliças e frutas e desenvolvem a piscicultura, bovinocultura, suinocultura e ovinocultura.

Ramal da Cachoeira do Castanho – Com serviços já 50% executados, as obras do ramal da Cachoeira do Castanho têm investimento de R$ 6.710.252,02, para recuperação de 7 quilômetros. O ramal fica no quilômetro 24 da AM-070, também no município de Iranduba.

Nesta etapa, estão sendo realizados serviços de terraplenagem; drenagem; estrutura de pavimento; subleito; sub-base e base; e aplicação da primeira camada de asfalto do tipo CBUQ. Também estão sendo feitas intervenções que vão evitar inundações nos períodos de enchentes.

A previsão é concluir a obra também em dezembro, beneficiando 300 famílias da agricultura familiar, que cultivam hortaliças, piscicultura, fruticultura e avicultura de postura. A expectativa é também contribuir para o desenvolvimento do turismo na comunidade, que possui flutuantes e vários atrativos naturais.

Esperança – A dona de casa Erika Andrea, 41, vive há quase três décadas em uma residência no ramal da Cachoeira do Castanho. Para este ramal, conforme a Seinfra, as obras de revestimento e pavimentação estão 50% executadas, com previsão de conclusão para dezembro deste ano.

Segundo Erika, a renda da família é oriunda do transporte escolar feito pelo marido, levando crianças da comunidade para escolas fora do ramal. Por várias vezes, segundo ela, o trabalho e até mesmo a segurança das crianças foi comprometida pelas condições da pista, a qual na ocasião não havia recebido melhorias na infraestrutura.

“Quando chovia o ônibus não subia e as crianças tinham que vir a pé de lá. Várias vezes Deus livrou de vários acidentes graves. Graças a Deus nunca aconteceu acidente grave de alguém se machucar, se bater, mas o ônibus descia, não tinha como pegar freio quando chovia e as crianças vinham a pé de lá”, disse ela.

Com os trabalhos de pavimentação do ramal da Cachoeira do Castanho a todo vapor pelo Governo do Estado, Erika considera o momento um motivo de felicidade para toda a família.

“Para nós é motivo de alegria, de ver isso, de ver que graças a Deus pode se dizer que um governador está fazendo, porque aqui nunca entrou governador, essa é a realidade. Vou fazer 30 anos aqui dentro dessa comunidade e nunca se entrou governador dentro deste ramal. É a primeira vez que está entrando governador e que prometeu asfalto e está cumprindo”, observou a moradora.

AM-070 - Wilson Lima também vistoriou as obras de duplicação da AM-070, a Rodovia Manuel Urbano, que liga Manaus aos municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão. O projeto está na reta final, com 86% executados.

“Esse ano nós vamos entregar a AM-070. É uma obra importante para os municípios de Manacapuru, Novo Airão, Iranduba e os outros municípios que usam Manacapuru como um ponto de referência. Essa é uma obra que há muito esperava pela sua conclusão. E a gente está trabalhando intensamente para aproveitar esse período de estiagem. Faltam dez quilômetros apenas para que a gente possa ter definitivamente esse sonho retirado do papel”, ressaltou Wilson Lima.

Foram gerados cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos desde o início das obras. A rodovia AM-070 passou por quatro governos que não deram atenção à conclusão da obra. A atual gestão irá concluir os trabalhos em menos de três anos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.