Últimas

Associação Belas Artes do Amazonas apresenta Sagrado Feminino no Teatro Amazonas

Neste fim de semana - sábado às 20h e domingo às 19h – a Associação Belas Artes do Amazonas, um braço de atuação do Rotary Clube, vai apresentar o espetáculo de dança “ Sagrado feminino” no Teatro Amazonas.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O tema embasado em conceitos da psicologia fala da essência da mulher, por meio do movimento da dança moderna e neoclássica.

A essência da alma feminina, aliada as origens africanas, atravessa a psique instintiva mais profunda, com o arquétipo da mulher selvagem, e propõe o resgate de um passado de sofrimento, alegrias, dores e liberdades, como forma de atingir a verdadeira libertação.

Com trilha sonora composta por músicas clássicas e um tempero de tambores africanos, o espetáculo traz a mulher, negra, linda, forte e adaptável, mas em busca de não perder sua natureza feminina indomável, sua espiritualidade e sabedoria.

Os ingressos estão a venda na bilheteria do teatro e custam R$ 50,00 o lugar na plateia ou frisas e R$ 40,00 nos camarotes. Quem preferir a comodidade de adquirir pela internet pode acessar o site https://www.bilheteriadigital.com/sagradofeminino.

Projeto Social

Os bailarinos que integram o espetáculo vieram do projeto Belas Artes, que há mais de doze anos promove a inclusão social de crianças e adolescentes que moram nos bairros Vale do Sinai, Monte Sinai, Colônia Antônio Aleixo, Manoa e entorno.

Atualmente o projeto beneficia cento e cinquenta meninos e meninas com idade superior a cinco anos. Mas por lá já passaram mais de mil alunos conforme uma das diretoras do espetáculo e idealizadora do projeto social, Carolina Soler.

“Atualmente quase metade do elenco está cursando dança na Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Somos três diretos neste espetáculo; eu, que assino a direção geral, a também bailarina Adriana barbosa, que é responsável pelo texto e enredo e o bailarino Alvaro Gonçavels, que juntamente com nós duas criou as coreografias”, comentou Carolina.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.