Últimas

Cabeças vão rolar: CV manda recado a membros da CDN e declara guerra contra a facção, em Manaus; veja vídeo

Manaus (AM) – Na noite deste domingo (06) o adolescente Pablo Victor, de 16 anos de idade, foi executado com tiros na cabeça em um terreno baldio localizado na rua Rio Negro, no bairro Santo Agostinho, na zona oeste de Manaus. Supostamente Pablo seria membro da facção Cartel do Norte (CDN) teria sido morto por membros do Comando Vermelho (CV) e após o assassinato do jovem, a facção comemorou ter executado o alvo e ainda mandou recado a outros membros da CDN.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO


De acordo com informações, Pablo teria participado de um duplo homicídio no dia 14 de agosto, no mesmo bairro onde foi morto. Na ocasião, Pablo e outros membros da CDN invadiram a casa de uma mulher, identificada como Vanessa Ferreira, de 30 anos de idade, a assassinaram friamente junto com seu filho, uma criança de 12 anos de idade, identificada como Gustavo Henrique Ferreira da Silva.

Até hoje não se sabe se Vanessa tinha envolvimento com o tráfico de drogas ou foi morta por engano. No entanto, o Comando Vermelho decretou a morte de Pablo e ainda fez com que ele entregasse todos os outros amigos de facção que estavam envolvidos no assassinato da mulher.

Em vídeo, Pablo aparece com as mãos amarradas e cita todos os seus comparsas, e em seguida, ele é morto com mais de 20 tiros. Após matarem Pablo, a seguinte mensagem do CV circulou nas redes sociais: “CDCU que tava na missão que mataram a Vanessa e seu filho aqui no Santo Agostinho, está entregando os parceiros dele, canalha. Vou sequestrar vocês tudinho”, assinado CV-AM.


Em outro recado, a facção cita que serão mortos os seguintes membros da CDN: Mimi, Raylande e Maia. O corpo de Pablo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e a delegacia especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.


Veja vídeos:



Fonte: Portal CM7

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.