Últimas

Defensoria Pública apresenta Planejamento Estratégico 2021-2024

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) apresentou na tarde desta sexta-feira (17) o seu Planejamento Estratégico para o quadriênio 2021-2024.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A apresentação foi realizada em evento na Arena da Amazônia com número limitado de participantes, em virtude dos protocolos de prevenção contra a Covid-19. Membros, diretores, diretores-adjuntos e gerentes participaram do evento e serão multiplicadores do conteúdo apresentado.

Intitulado “Um Caminho para Todas e Todos”, o planejamento partiu do diagnóstico que apontou pontos fortes e fracos da Defensoria, feito a partir de entrevistas com assistidos e membros de outras instituições, além de pesquisa com defensores, defensoras, servidores e gestores do órgão, com o objetivo de orientar as ações que devem ser empreendidas nos próximos anos.

Durante o evento, o defensor público-geral, Ricardo Paiva, falou sobre as metas da Defensoria para o futuro e o caminho trilhado até a conclusão do planejamento. Para ele, o Planejamento Estratégico é um instrumento de potencialização da atuação da instituição, por meio de diretrizes e metas bem definidas, passo de grande importância para as transformações que se pretende alcançar.

“O planejamento estratégico é fruto do amadurecimento da Defensoria, um caminho importante que vamos percorrer de 2021 a 2024. Nossos planos para o futuro refletem a visão dos nossos assistidos, da sociedade civil, de outras instituições, de membros e servidores, pois foi um planejamento construído por várias mãos. Nosso desejo é a união de todos e todas para continuar avançando e cada vez mais transformando a vida da população”, disse Paiva.

O Planejamento Estratégico foi desenvolvido pela Comissão de Gestão do Planejamento Estratégico, sob a coordenação da diretora de Planejamento e Gestão, Carol Ortiz Simonetti, que participou da apresentação do conteúdo, juntamente com o diretor adjunto de Planejamento, Guilherme Bendido, e os diretores de Administração, Rudson Nunes, e de Comunicação, André Alves.

“Hoje estamos aqui para apresentar o resultado deste trabalho de construção coletiva e selar com todos o compromisso de que nos próximos anos possamos executar os projetos estratégicos para uma atuação eficiente e democrática. O planejamento estratégico é um instrumento fundamental para fortalecer a atuação da Defensoria Pública no Estado do Amazonas”, explicou a diretora de Planejamento e Gestão.

De acordo com Carol Ortiz, todo o conteúdo foi processado e trazido para que fosse possível construir os Objetivos Estratégicos, por eixo estratégico, alicerçados às forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, com foco na Missão, Visão e Valores, formatando assim o Mapa Estratégico.

Na apresentação, foram expostos padrões técnicos, conceitos e metodologia empregada na elaboração do planejamento, além dos resultados do diagnóstico estratégico e objetivos traçados para o fortalecimento da Defensoria do Amazonas, com a construção de ferramentas e estratégias que deixem a instituição mais eficiente e acolhedora.

No evento desta sexta, o quadro profissional e a sociedade puderam conhecer também a nova Missão e Visão, além dos novos Valores da Defensoria e seus conceitos. A identidade organizacional da instituição foi construída também a partir do planejamento estratégico.

Também foram apresentadas as perspectivas da instituição, o Mapa Estratégico definido no planejamento, além das iniciativas estratégicas para alcançar os objetivos estabelecidos, entre eles: a implantação de ações que elevem o nível de transparência da DPE-AM, reformulação de canais de atendimento como o Disque 129, promoção de cursos de capacitação para servidores e a intensificação da atuação extrajudicial e coletiva.

Para o defensor público Antônio Cavalcante, valores como ética, empatia e humanização trazem uma mensagem contundente para a atuação de todos que atuam na Defensoria. “Ao longo dos anos temos trabalhado para sensibilizar nossos servidores, desde o recepcionista até a alta direção, no sentido de que o nosso objetivo atenda da melhor forma o assistido, pois quando este chega na Defensoria Pública, ele vem em busca do último recurso. Então, esse planejamento estratégico que hoje se apresenta com palavras de humanização e empatia deve ser o modo de existência da Defensoria”, afirmou.

O defensor público Inácio Navarro acredita que a base do planejamento, ao ouvir os assistidos, traz esperança para decisões focadas em suas necessidades. “É fantástico colocar em prática o que a Defensoria ouviu do seu público. Esse planejamento é inovador e promissor, especialmente por ter ouvido aqueles que utilizam o serviço público. A Defensoria busca em sua atuação estar em evidência e mostrar o seu papel constitucional como agente de transformação da sociedade”

Um livro digital do Planejamento Estratégico será publicado no site da Defensoria e distribuído pelos canais oficiais da comunicação interna, para que todo o quadro possa contribuir para a implementação de ações que visem ao alcance dos objetivos estabelecidos.

Construção do Planejamento

O trabalho de transformação da Defensoria Pública foi iniciado em março deste ano. Nas etapas realizadas para a construção do planejamento estratégico do órgão foram feitas entrevistas com membros e pesquisas junto aos servidores e servidoras. Também foram realizados dois workshops com a Administração da DPE-AM.

Durante os workshops, defensoras e defensores públicos, da capital e do interior, contribuíram para a elaboração do planejamento, apresentando as dificuldades na execução do trabalho da Defensoria e sugerindo alternativas de solução. Os workshops também reuniram servidores da DPE-AM para o debate de problemas a serem corrigidos e como buscar o aperfeiçoamento em busca da excelência.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.