Últimas

Governo do Amazonas inicia testagens para detecção de Covid-19 em pessoas que participarão de evento teste

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), iniciou, na noite desta quarta-feira (22/09), as testagens para detecção de Covid-19 nas pessoas que vão participar do evento teste, que será realizado na Arena da Amazônia, na próxima sexta-feira (24/09). Durante a primeira hora de testes, realizados no local do evento, duzentas pessoas, entre público pagante, funcionários e técnicos, foram testadas contra a Covid-19, com todos os resultados negativos.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O teste é uma das exigências para o acesso ao evento, que terá público de 3,5 mil pessoas, sendo 500 a serviço. Outra condicionante é o status vacinal.

"Na primeira etapa é verificada a situação vacinal, se ele tem a primeira dose e se a segunda dose não está atrasada; e passa para a segunda etapa. Se está com as duas doses, esquema completo, também vai passar para a segunda etapa. Se está com a dose única também passa para a segunda etapa", informou a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

No segundo momento, é realizado o teste de Covid-19, do tipo antígeno. "Se der negativo, está liberado para participar do evento. No dia (sexta-feira), vamos ter uma equipe de aproximadamente 100 pessoas trabalhando, tanto dos profissionais de vigilância sanitária do município, quanto profissionais da Secretaria de Saúde e da FVS fazendo a fiscalização, para garantir que as pessoas estejam cumprindo (os protocolos) e que esse evento seja um sucesso", enfatizou Tatyana Amorim.

Nesta quarta-feira, as testagens começaram às 18h e seguem até a meia-noite. Na quinta-feira (23/09), será realizado o segundo dia de testes, também das 18h à meia-noite, na Arena da Amazônia.

Quem comprou o ingresso, mas não comparecer para testagem na Arena, deve apresentar um teste de antígeno com resultado negativo - que pode ser feito também na rede privada de laboratórios - na entrada do evento. A entrada sem o resultado negativo, mesmo com o ingresso comprado, não será permitida.

Após o evento, todos os participantes serão monitorados pelo período de 14 dias.

Evento com público - A iniciativa – que também tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) – será o primeiro evento teste com o público e marcará os primeiros passos para a retomada da cadeia produtiva da cultura, além de servir de base para estudos dos órgãos de controle em saúde sobre a realização de grandes eventos.

Durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o governador Wilson Lima enfatizou que todos os eventos culturais precisam ser autorizados pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e seguir os protocolos contra a doença.

“Todos os eventos têm que ser autorizados pelo comitê. Ninguém está autorizado a realizar eventos com venda de ingresso sem a prévia autorização do comitê. Então é o comitê que avalia todas estas questões, até porque nós estamos acompanhando pessoalmente essas questões”, ressaltou o governador.

“O evento teste que vai ser feito agora é particular, mas a gente vai estar lá com o nosso pessoal da Fundação de Vigilância em Saúde, da secretaria de Saúde, para garantir que todos estejam vacinados, porque isso vai servir de parâmetro. Todo mundo tem que estar vacinado. Inclusive, isso vai entrar no nosso decreto. Os músicos têm que estar vacinados”, acrescentou Wilson Lima.

Retomada do setor – O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, manteve diálogo com a Associação de Entretenimento do Estado do Amazonas (Asseeam) desde o início da pandemia. O evento teste é um importante passo para a retomada da economia da cadeia produtiva da cultura.

O vice-presidente da Asseeam, DJ Evandro Jr, destacou que o formato encontrado para o evento evita aglomerações e possibilita que apenas pessoas do mesmo grupo social estejam próximas, separadas das outras por cabines.

"Conseguimos botar nove pessoas em uma cabine do mesmo grupo social, família, ou alguém que ande sempre junto. Tudo com os protocolos, tem que entrar de máscara, circular de máscara, temos dois banheiros em cada fileira, dois masculinos e dois femininos. Vai ter gente da FVS, da nossa segurança e orientador. O garçom vai atender lá também, as pessoas não vão sair, não vão para o bar. Vai ser bem rígido mesmo", detalhou Evandro.

Para Thiago Sarkis, supervisor de manutenção e conservação da empresa terceirizada que coordenará uma equipe com 15 profissionais de limpeza, no dia do evento, a retomada é fundamental para quem depende economicamente do setor de eventos.

"É muito importante, tem que voltar ao normal, a vida está seguindo e nós estamos tomando todos os cuidados, seguindo os protocolos, os nossos funcionários estão todos imunizados já com a segunda dose e irão fazer o teste agora da Covid", avaliou o supervisor.

A profissional de expedição Ana Beatriz Batista garantiu o ingresso ainda nas primeiras horas da venda. Com o esquema vacinal completo e o teste com resultado negativo em mãos, ela se diz ansiosa pelo momento do show, mas promete não abandonar os protocolos de segurança.

"É muito importante fazer o teste para a gente poder vir e ter uma segurança. Se possível, levar o álcool em gel e ter todo o cuidado, não ficar se encostando no outro, não ficar se abraçando, com aquele certo distanciamento e continuar com a máscara, até todo mundo estar 100% vacinado", observou Ana Beatriz.

Evento – O evento acontecerá no dia 24 de setembro, sexta-feira, a partir das 21h, no Pódium Sul da Arena da Amazônia, com show do cantor Tierry.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.