Últimas

Governo do Amazonas inicia revitalização dos campos Betaião e Noroeste

O Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciou nesta semana a revitalização dos campos Betaião e Noroeste, como parte da intervenção do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), na margem esquerda do igarapé do 40, na zona sul da capital.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As obras do Prosamin+ no local foram retomadas após a vazante do rio Negro. Com a cheia histórica desse ano, inundou a área de intervenção do Prosamin+ e impossibilitou o andamento das obras.

O programa vai recuperar as áreas de prática esportiva e de lazer da comunidade, proporcionando a infraestrutura adequada de que a comunidade necessita para o uso dessas áreas.

Segundo o subcoordenador de engenharia da UGPE, engenheiro civil João Benaion, afirma que no momento as máquinas estão retirando o lixo acumulado, trazendo um material apto para o solo e realizando a terraplanagem da área. Os campos Noroeste e Betaião serão completamente revitalizados, e contarão com a construção de muretas com grade, arquibancadas e toda a infraestrutura necessária.

Mais mobilidade – A intervenção como um todo, além de revitalizar os campos, contemplará também a requalificação urbanística desse trecho do igarapé do 40, entre as avenidas Silves e Maués, dotando a área com obras de macro e microdrenagem, redes de coleta de esgoto, assim como, uma nova solução viária para quem sai do Distrito Industrial em direção à área central da cidade, por meio da ligação da avenida Silves à avenida Manaus Moderna.

“Os programas executados pela UGPE, tais como o Prosamim, Prosaimaués e o Prosamin+, buscam um constante diálogo com a população que será beneficiada pelas nossas intervenções, como também, com a comunidade que permanecerá no entorno das obras após serem concluídas. A revitalização desses espaços atende uma demanda da população e que nós conseguimos contemplar nas obras do Prosamin+”, afirmou o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.