Últimas

Guerra de youtubers: Rezende exige na Justiça R$ 4 milhões de Virgínia

 Virgínia Fonseca e Pedro Rezende vivem guerra milionária e estão brigando na Justiça desde o início deste ano devido a uma quebra de contrato por parte da influenciadora.


Ela iniciou a sua carreira artística trabalhando com a empresa do ex-namorado, mas decidiu seguir um novo rumo profissional após o fim do relacionamento deles e, agora, pode pagar R$ 4 milhões por indenização.

 

Procurada pela coluna a assessoria de imprensa do youtuber informou que ele não está envolvido pessoalmente na questão. Leia na íntegra a nota que a agência de Pedro Rezende encaminhou à coluna:


“Pessoalmente, o Rezende não está diretamente envolvido nessa questão. Ele tem sócios na ADR, sua agência de marketing de influência, que estão tocando essas questões burocráticas. O contrato, que foi rompido de forma unilateral pela influenciadora, está seguindo o processo de tramitação normal de execução. O valor da causa é baseado no que a agência fomentou para a influenciadora, ou seja, uma fração do que foi gerado em publicidades e demais ganhos. Rezende reforça que está tranquilo e prefere não se envolver com essas questões. Seu foco é continuar gerando conteúdo e fomentar os demais agenciados da ADR”.


Virgínia entrou com um processo trabalhista contra Pedro Rezende, seu ex-namorado e dono da agência de que ela fazia parte, a ADR. O processo movido pela influenciadora pede a anulação do pagamento da multa pela rescisão antecipada do contrato e também solicita o reconhecimento de um vínculo trabalhista entre ela e a empresa, com o consequente pagamento de férias, verbas rescisórias, FGTS, dentre outros.


Antes disso, a esposa de Zé Felipe tentou um acordo com a ADR, mas a empresa recusou a oferta feita pela loira e decidiu entrar com um processo contra ela, exigindo o pagamento do valor integral pelo rompimento do contrato de agenciamento que havia sido pactuado entre as partes. 

 

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.