Últimas

Pâmella Holanda sobre agressões de DJ Ivis: 'Se vitimizar te paralisa'

Pâmella Holanda, de 27 anos, se abriu em seu Instagram sobre como tem se recuperado sua saúde mental após a separação de DJ Ivis, a quem denunciou em julho por violência doméstica. A arquiteta começou o desabafo dizendo que não quer "se vitimizar" e celebrou o fato de estar livre das agressões.



"Eu escrevo isso sem nem enxergar direito chorando, mas feliz porque sou livre. Dona de mim. Tenho poder de escolha, decisão. Tenho paz. O mundo pode fazer o barulho que for, mas meu silêncio é amparado primeiro por Aquele que nunca abriu mão de mim, e pela certeza de que fiz o certo. Por mim e pela Mel. Antes eu repetia para mim mesma, me enganando, 'tudo pela minha família'. Hoje eu repito em verdade: tudo pela minha filha", desabafou.

Pâmella destacou ainda que tem conquistado o próprio espaço e independência financeira após a separação, como fazia antes de se casar.

"Eu mandei essa foto pra minha mãe, quando chegaram na minha casa minha máquina [de lavar] e meu fogão, comprados com dinheiro do meu trabalho, como era antes de eu ter me casado. Eu sempre trabalhei desde os 17 anos, quando meu pai faleceu. Fui atendente de telemarketing, depois atendia em loja de roupas, depois trabalhei numa faculdade. Fui vendedora de shopping por quatro anos, pegava ônibus, andava a pé para todo canto. Paguei sozinha minnha faculdade de interiores, dividia aluguel com amiga... passei muito perrengue, mas segurava a barra sozinha sem ajuda de ninguém", relembrou.

Na sequência, a arquiteta se abriu sobre a infelicidade na relação. "Quando me vi nesse apartamento, me veio a certeza de que eu estava não só num relacionamento errado, mas no lugar errado. Eu não era valorizada, e isso me tirava o brilho, me fazia acreditar que eu nunca ia conseguir", disse.

Ela finalizou o desabafo aconselhando as seguidoras: "Não se permitam viver infelizes na esperança de mudança. Quem ama respeita, é fiel, leal, amigo e presente. Não contem historinhas para vocês mesmas ficarem em algo que as destroem. Peçam a Deus sabedoria e condições para sair, para decidir. Não é fácil, mas Deus não nos abandona. O mundo, sim, as pessoas também. Estejam cientes, mas não guardem rancor".

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) informou no dia 16 de agosto que DJ Ivis tornou-se réu pelas agressões cometidas contra a ex-mulher. O cantor foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará no fim do mês de julho e a denúncia do Ministério Público do Ceará foi aceita pela Justiça.

O músico foi detido em 14 de julho. Ele está preso no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Conforme a Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP), ele está em uma situação especial de segurança para que seja garantida a integridade física, já que o caso teve grande repercussão.



Fonte: Quem

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.