Últimas

Policiais militares recebem capacitação de atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica

Com a missão de amparar mulheres vítimas violência doméstica e familiar, o programa Ronda Maria da Penha, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), busca ampliar o número de policiais voluntários que tenham interesse e perfil para trabalhar com esse tipo de atendimento especializado, em Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Antes de ingressar na equipe, as autoridades recebem capacitação de modalidades como legislação e comportamento humanizado para entender e orientar as vítimas de casos de grande vulnerabilidade. A comandante do Ronda Maria da Penha, capitã Franciane, explica que os voluntários passam por um período de supervisão.

“Além desse trabalho realizado, de legislação e sensibilização, fazemos a parte estática de policiamento, parte de instrução de tiro, e eles são submetidos a estágio supervisionado. Os novos componentes precisam atuar em conjunto supervisionados por um policial mais antigo com experiência, para ser avaliado se ele apresenta condições para atuar no policiamento especializado Ronda Maria da Penha”, disse.

A qualificação pretende intensificar os mecanismos de defesa das mulheres vítimas de agressão, intensificando ações voltadas a interromper o ciclo de violência, identificar os fatores de risco, estabelecer o resgate da autoestima e a capacidade de diálogo. O trabalho é realizado em parceria com outros órgãos que interagem atuando em conjunto no enfrentamento a este tipo de violência.

Os integrantes também são preparados para realizarem visitas periódicas, promover palestras de conscientização e cursos. Além de ações operacionais com os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, Ministério Público, Defensoria e as Forças de Segurança estaduais e federais.

Novas turmas estão previstas para o mês de outubro deste ano. O curso é ministrado na base do Comando de Policiamento de Área Norte (CPA), por componentes mais experientes da equipe.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.