Últimas

Prefeitura realiza premiação do concurso de produção textual para alunos da Semed

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou nesta terça-feira, 28/9, a premiação do concurso de produção textual “Super Escritores”, na escola municipal Dr. Sérgio Alfredo Pessoa Figueiredo, na zona Centro-Sul.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A atividade, que ocorreu no período de 2 a 31/8, teve por objetivo desenvolver as habilidades de leitura, escrita e a capacidade criadora dos alunos do 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental de 24 escolas da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul.

De acordo com o subsecretário de Gestão Educacional (SGE), Carlos Guedelha, o projeto alcança uma das principais missões da rede municipal de ensino, que é a de formar leitores.

“Essa ação é de suma importância, porque a função da escola, conforme os Parâmetros Curriculares Nacionais e a Base Nacional Comum Curricular, é formar leitores e escritores competentes, de acordo com cada série em que o aluno se encontra. Então, isso só é possível com condições concretas e reais para que o aluno produza os textos, sendo essa a ideia desse projeto, aliada à inteligência emocional, linguística e criatividade”, pontuou.

Concurso

Os vencedores do concurso, alunos do 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental, ganharam certificados pela participação e medalhas pelas conquistas alcançadas. A chefe da DDZ Sul, professora Jecicleide Nascimento, explicou como surgiu a ideia de elaborar a atividade.

“A partir da análise da avaliação do número de alunos alfabetizados e dos resultados das redações no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), despertou na nossa equipe uma vontade de mudar e lançar esse projeto. A ação visa a leitura das matrizes de referência do Sistema de Avaliação da Educação Básica, incentivando os alunos para a apropriação do sistema de escrita alfabética, leitura e produção textual”, explicou Jecicleide.

Homenagem

O escritor, poeta, artista plástico e educador Paulo Queiroz foi homenageado pela sua contribuição à literatura amazonense e entregou os certificados de honra ao mérito aos gestores das 24 escolas participantes do concurso.

“Estou muito feliz em participar desse evento e tenho certeza de que muitas crianças, que participaram, vão despertar seu interesse pela leitura, livros e escrita e, possivelmente, vão se encantar com as palavras, e poderão no futuro se tornar escritores, para ajudar a literatura na nossa cidade”, concluiu Paulo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.