Últimas

Saiba como começou o caso entre dona do Vitória e o genro do dono do Hospital Santa Júlia

 A polícia revelou na manhã de hoje (21), detalhes sobre relacionamento extraconjugal entre o genro do dono do Santa Júlia, Lucas Ramon Silva, e a proprietária da rede de supermercados Vitória, Jordana  Azevedo Freire. 


Conforme as investigações, o militar do Exército e Jordana, se conheceram em dezembro de 2020, quando Lucas começou a prestar serviços gráficos para a empresa dela e do marido, Joabson Agostinho Gomes.

Passado algum tempo, Ramon começou a reclamar da maneira ríspida que Joabson o tratava e decidiu romper com a relação comercial, mas Jordana interferiu:

“O Lucas possuía uma gráfica que através de contatos de amigos e clientes, ele passou a prestar serviços para o Supermercado Vitória. Mas, no trato com o Joabson, que segundo a vítima era uma pessoa rude e grossa, ele não mais queria fazer esse tipo de serviço com o Joabson e foi aí que entrou a Jordana e eles passaram a ter contato mais direto”, explica a delegada.

A aproximação levou ao caso extraconjugal e em alguns meses, Lucas já estava recebendo quantias vultosas em dinheiro da amante. 

Os repasses eram constantes e fruto do desvio de verba que a própria Jordana praticava. Ao descobrir o caso e o desvio, Joabson ficou transtornado e começou a planejar a morte do rival, que foi executado no dia 1º de setembro.

Vale lembrar que Lucas também era casado. Ele era mrido da médica e herdeira do Hospital Santa Júlia, Elza Gonçalves.

Os dois têm um filho pequeno e Elza está esperando outra criança do militar. Joabson e Jordana seguem foragidos e tiveram as imagens divulgadas pela polícia a fim de que a população ajude a encontrá-los.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.