Últimas

Sthe sobre rinoplastia que deu errado: 'vinha pedaços, eu ficava vendo o osso'

 Sthefane Matos desabafou nesta quarta-feira (22), em A Fazenda 13, sobre as consequências de uma rinoplastia mal feita, em 2020.  A influenciadora contou tudo sobre a situação aos peões: 

“Logo quando eu acabei de engravidar, quatro meses depois, eu fiz uma lipo e coloquei silicone. Esse mesmo médico, que era cirurgião plástico e não rino, não era especialidade dele, eu fiz o nariz com ele. [...] Não pesquisei, não fiz nada. Nossa, ficou muito ruim. [Eu chorava] demais. Quando eu pego a foto de antes e depois, é surreal. [...] Sempre trabalhei com a minha imagem, com o meu rosto. Ficou um buraco torto. [...] Agora está maravilhoso. [...] Nossa, a internet, vocês não têm noção do que eu passei, não. Era o dia todo isso, ficavam falando 'nariz torto', 'deformado', não podia postar uma foto que só isso, meu direct era só isso. Era muito pesado.”, começou ela.

"Tive que esperar nove meses para esperar refazer, e ninguém queria fazer porque uma cirurgia secundária já é muito, porque você vai consertar a merd* que alguém fez", completou. Tati afirmou que a cirurgia para corrigir é ainda mais cara que a incial, e Sthe chocou ao revelar o valor: "Demais, sabe quanto é? R$ 40 mil". 

"Desde o início ele tinha que usar cartilagem, ele não tirou. Parece que meu nariz diminuiu. Quando eu fui refazer, meu nariz era muito curto e o médico precisou alongar, tirou cartilagem da costela. Dói muito, mais do que fazer o nariz. Nossa, ficou perfeito, primeira vez que eu vi eu me apaixonei", continuou Sthefane.

No entanto, a felicidade não durou e ela passou a ter mais problemas na cirurgia de reparação: . "A pele não ficava, começou a partir, não aguentava. [...] Até hoje eu não consigo respirar direito, não sinto direito as coisas. [...] Abria de novo e eu reparava, teve um dia que eu fiz e voltei para Salvador. Quando eu dormi e acordei, minha cartilagem estava toda para fora.”.

Um médico alertou para os ricos devido à situação do nariz: "Ele falou bem assim para mim: 'Seu nariz está demais, se você pegar uma bactéria pode morrer na mesma hora, sobe para a cabeça, mata".

“Eu não tinha vontade de fazer nada, de levantar. Eu fazia as coisas pelo meu filho, sabia? Era muito feio, eu colocava um curativo para não aparecer que pegava meu rosto todo, ficava tudo aberto. Quando eu me olhava no espelho, eu me sentia muito mal. Quando eu tinha o curativo, vinha pedaços, eu ficava vendo o osso, a cartilagem”.

 "Eu só ficava pensando que ia morrer, em quem ia cuidar do meu filho. Meu pior medo era esse. [...] Foi aí que eu fiz um enxerto, ele pegou um pedaço da minha orelha, da boca e fez isso aqui [a bolinha embaixo do nariz]. Eu jurava que nunca ia ter isso aqui. [...] Nunca mais na minha vida faço cirurgia nenhuma", completou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.