Últimas

Webpalestra da FVS-RCP reforça vigilância de queimadas em período sazonal

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) realizou, nesta quarta-feira (22/09), uma webconferência para fortalecer as ações de vigilância em queimadas no Estado. A ação foi realizada por meio do programa Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Poluentes Atmosféricos, o Programa Vigiar.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O objetivo do encontro é ampliar as ações de combate às queimadas no Amazonas, principalmente durante o segundo semestre do ano, em que são registrados os maiores números de incêndios. A iniciativa ocorre em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas/Manaus), Defesa Civil do Amazonas, Defesa Civil de Manaus e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa/Manaus).

Com o tema "Ação Integrada: Programa Vigiar no Amazonas", a palestra contou com 60 espectadores que acompanharam remotamente.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, afirma que o assunto de qualidade do ar é de grande importância para a Vigilância em Saúde. “As queimadas representam risco para a saúde humana, por isso é essencial falar sobre esse problema. Queremos mobilizar os municípios para o enfrentamento das queimadas, principalmente por ser um período crítico de queimadas no Estado”, destacou Tatyana.

De acordo com o coordenador do Programa Estadual Vigiar, Renato Souza, entre os conteúdos abordados na webpalestra estava a vigilância em saúde de pessoas expostas à fumaça de queimadas. “Também abordamos temas como monitoramento de focos de calor e desmatamento e vigilância em saúde de população exposta à poluição atmosférica”, explicou Renato.

Municípios - No Amazonas, os dez municípios que mais registraram focos de queimadas entre janeiro e agosto deste ano foram: Lábrea (761), Apuí (736), Manicoré (358), Canutama (221), Novo Aripuanã (196), Humaitá (149), Boca do Acre (137), Guajará (64), Maués (52) e Tapauá (45).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.