Últimas

Alunos da terceira idade da Prefeitura de Manaus participam do encerramento da Semana do Idoso

Com o tema “Respeito e Valorização da Pessoa Idosa”, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), encerrou nesta sexta-feira, 1º/10, a Semana da Idoso.

Foto: Eliton Santos / BLITZ AMAZÔNICO

O evento aconteceu na quadra poliesportiva do Parque Municipal do Idoso (PMI), no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, e contou com a participação de cem alunos.

A ação foi coordenada pelo Centro Municipal de Escolarização do Adulto e da Pessoa Idosa (Cemeapi) da Semed. O Centro possui 460 alunos, que iniciaram os estudos a partir dos 30 anos.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, desejou que todos os alunos sempre tenham uma vida saudável e alegre e que aproveitem os programas oferecidos pela Semed. “Eu desejo a todos os alunos muita força, que a vontade de viver não pare, que pratiquem exercícios, que dancem, que o bom humor esteja sempre presente na vida de cada um, rir e brincar também faz parte da saúde. A Semed oferece programas voltados para esses alunos, que não tiveram oportunidades de estudar no período certo, que agora tenham essa chance e sejam felizes”, declarou o secretário.

A comemoração iniciou no dia 27 de setembro, e durante toda a semana os alunos participaram de visitas às salas de aula do Cemeapi, de roda de conversa socioemocional, acompanhamento pedagógico, entre outros.

“Essa foi uma semana de culminância das atividades que o Cemeapi já desenvolve durante todo o ano letivo, é um chamado para que a sociedade visualize os nossos idosos. Muitos deles estavam em casa, escondidos. Com as nossas aulas, eles passaram a se envolver com os professores, com os colegas da turma. Essa interação é de extrema importância nessa idade”, explicou a coordenadora do Cemeapi, Joseane Silva.

O encerramento contou relatos de diferentes temas, como “Valorização e qualidade de vida na terceira idade”, “A autoestima na terceira idade”, “Envelhecer com dignidade, atenção e amor” e “Viver é um Eterno Aprender”, além de desfiles e shows de talentos.

A professora Simoni Medeiros, que atende os alunos no Clube de Mães do bairro Aparecida, disse que o trabalho realizado com os alunos é de desenvolvimento social. “Nós atendemos vários alunos, inclusive estrangeiros, que a gente trabalha o desenvolvimento da linguagem e a parte social. Nunca é tarde para que a pessoa da terceira idade comece a aprender, a nossa mente é estimulada e nunca envelhece”, disse a professora.

A aluna Ana Maria Gonzaga, 66, que estuda no Parque Municipal do Idoso, disse que é muito feliz em fazer parte do Cemeapi, por voltar a estudar e conviver com outras pessoas.

“Na sala de aula, nós aprendemos nossos valores, porque muitos idosos são rejeitados, desprezados, mas aqui nós somos valorizados. Eu só tenho a agradecer a minha professora, Eliade Silva, que é maravilhosa e se dedica muito ao trabalho de educar”, agradeceu Ana Maria.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.