Últimas

Amazonas será o primeiro estado do país a implantar nova fase da estratégia NutriSUS do Ministério da Saúde

O Amazonas será o estado pioneiro na nova fase da operacionalização da estratégia de fortificação da alimentação infantil com micronutrientes em pó (NutriSUS), do Ministério da Saúde (MS), no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS). O lançamento da nova etapa do NutriSUS ocorreu, nesta sexta-feira (22/10), no auditório da sede do Governo do Amazonas, zona oeste de Manaus, reunindo autoridades de saúde das esferas municipal, estadual e federal.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Ao agradecer pela escolha do Amazonas para iniciar a nova fase da estratégia, o secretário de estado de saúde, Dr. Anoar Samad, ressaltou que técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), das coordenações de alimentação, nutrição e bolsa família, saúde indígena e da criança, irão apoiar os municípios na implantação do NutriSUS para o fortalecimento da nutrição infantil e o pleno desenvolvimento humano.

“Neste evento queremos mobilizar os gestores para situação preocupante da anemia em crianças, principalmente no interior. As equipes das coordenações estão ativas e atuantes com a missão de qualificar e monitorar os resultados e as estratégias desenvolvidas por cada município como um braço de apoio da execução das estratégias e que melhore os resultados e a qualidade de vida. Vamos apoiar esse projeto que é fantástico para as nossas crianças”, destacou o secretário e médico.

O objetivo da estratégia do MS é potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle da anemia e outras carências nutricionais por meio da suplementação com micronutrientes em pó, formada por 15 vitaminas e minerais. Os micronutrientes são embalados individualmente na forma de sachês.

“O NutriSUS está privilegiando os municípios mais pobres e as crianças que mais precisam. Sabemos que a anemia por deficiência de ferro prejudica o desenvolvimento da criança e o aprendizado. Esse problema tende a diminuir. Todos os municípios do Amazonas que solicitaram a adesão foram inseridos e terão uma nova chance de adesão”, afirmou o secretário de Atenção Primária à Saúde do MS, Raphael Câmara, durante a solenidade.

O lançamento contou com a participação do secretário especial de saúde indígena, Robson Santos; da coordenadora geral de alimentação e nutrição da secretaria de APS do MS, Paloma Marinho; o subsecretário municipal de saúde de Manaus, Djalma Pinheiro; o representante do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas, Aurimar Tavares; e a chefe do escritório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Débora Nandja.

Mudança - A estratégia entra em uma nova fase com a implementação do NutriSUS na APS, por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e não mais nas creches públicas e conveniadas, e terá como público prioritário as crianças de 6 a 24 meses de idade beneficiárias do Programa Bolsa Família.

O Ministério da Saúde realizará a distribuição dos sachês aos estados que irão encaminhar para os municípios e orientar sobre as ações integradas de nutrição e saúde. Os sachês com micronutrientes serão entregues as famílias das crianças para acréscimo na alimentação dos menores de dois anos.

A partir desta primeira fase, acontecerá a expansão da estratégia para os demais estados brasileiros, prevista para o início de 2022, alcançando 233 mil crianças brasileiras em 643 municípios selecionados nas cinco regiões do país.

Participação - Nesta primeira etapa do NutriSUS no Amazonas, 44 dos 45 municípios que manifestaram interesse, via Programa Saúde na Escola (PSE), para o ano de 2021, confirmaram adesão na estratégia, correspondendo a 29 mil crianças de 6 a 24 meses que serão beneficiadas. Também participarão, neste primeiro momento, 18 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs), contemplando 4 mil crianças.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.