Últimas

Curso capacita profissionais da SES-AM para técnica da auriculoterapia

Os servidores da Secretaria de Estado em Saúde do Amazonas (SES-AM) participaram, na quarta-feira (29/09), de capacitação para a prática de auriculoterapia. Com iniciativa do Ministério da Saúde, parceria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Coordenação Estadual de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) da SES-AM, foi realizado uma aula prática, que é a etapa final da formação dos profissionais para realizar a terapia natural, que consiste na estimulação de pontos nas orelhas.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A formação foi destinada aos profissionais de saúde que atuam na Atenção Básica em toda a rede de saúde. Ao longo dos últimos meses, os alunos assistiram a aulas oferecidas a distância, e, para finalizar a capacitação, participaram da aula prática, ministrada pelos preceptores da UFSC, com duas turmas, seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19.

A coordenadora estadual das PICS da SES-AM, Lourdes Siqueira, deu mais detalhes sobre o processo das aulas e a importância da ação para a saúde no estado.

“Os profissionais que participaram dessa formação tiveram 75 horas feitas a distância e cinco horas de aula presenciais, que foram realizadas na manhã e tarde da quarta-feira, com os preceptores disponibilizados pelo Ministério da Saúde, que estão realizando esse curso por todo o Brasil e que nos proporcionam uma excelente experiência em que pudemos ter a prática do que foi aprendido antes pelos alunos de forma virtual”, afirmou.

O fisioterapeuta Renan Nunes fez um balanço sobre a sua experiência na formação e conta que pretende ajudar outros profissionais e usuários durante o seu atendimento no Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) André Araújo.

“Eu sempre gostei de terapias integrativas, de medicina tradicional chinesa, então desde as aulas teóricas, eu já aprovei muito. Mesmo a distância, os vídeos eram bem interativos e fáceis de aprender, inclusive, tenho a sorte de trabalhar no meu setor com algumas colegas que já faziam essa técnica, agora a ideia é a gente conseguir ampliar isso e oferecer essa prática da melhor possível a quem precisa”, contou o fisioterapeuta.

Práticas integrativas – Com a capacitação, a perspectiva é avançar na implantação das práticas integrativas, de acordo com a fisioterapeuta e preceptora do curso de auriculoterapia, Gabriela dos Santos.

“Assim que os servidores fazem o curso, fazemos um levantamento que nos dê a informação e uma proximidade maior com esses profissionais capacitados, para que consigamos referenciar os pacientes. Então, vemos aquelas pessoas que estão trabalhando em maternidades, em hospitais, policlínicas etc., e podemos indicar a paciente a procurar este serviço neste lugar. Esse é o nosso objetivo, que a gente consiga cada vez mais unidades e mais pessoas trabalhando com essa prática”, disse a preceptora.

O curso oferecido pelo Ministério da Saúde já capacitou mais de 4 mil profissionais de saúde em todo o país nas quatro edições já realizadas nos polos regionais dos 21 estados.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.