Últimas

Escolas da rede estadual de Manaus e do interior se mobilizam para avaliação do ensino básico, em novembro

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto tem mobilizado, desde o início do mês de outubro, as escolas estaduais de Manaus e do interior para a realização das provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que serão aplicadas de 16 de novembro a 10 de dezembro.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O objetivo da mobilização é que, junto às coordenadorias distritais e regionais de Educação (CDEs e CREs, respectivamente), sejam traçadas ações e estratégias de ensino com foco na preparação do aluno para a avaliação nacional, que mede indicadores importantes para a qualidade do ensino básico brasileiro.

Realizam as provas do Saeb estudantes de 648 escolas, sendo 222 de Manaus e 426 do interior do estado. Na capital, as CDEs têm promovido reuniões com suas equipes escolares reforçando a importância do Saeb e da presença de, pelo menos, 80% dos estudantes no dia da prova.

Em breve, serão realizados encontros com os pais dos estudantes que devem fazer a avaliação. "Muitos pais e responsáveis não sabem o que é o Saeb. Por isso, essas reuniões serão fundamentais para que eles conheçam a prova e a sua importância", destacou a secretária de Educação e Desporto, Kuka Chaves.

Para Kuka Chaves, o Saeb ganhou uma dimensão ainda maior em decorrência da pandemia. "Queremos visualizar, de maneira macro, quais conteúdos precisam ser melhor trabalhados com nossos estudantes. Sabemos que a pandemia deixou diversas lacunas na aprendizagem dos alunos e, com a prova, seremos ainda mais eficientes em corrigi-las, diminuindo o impacto na vida desses jovens", acrescentou a secretária de Educação e Desporto.

Aliado a esses encontros, há ainda o incentivo à prática pedagógica dentro das unidades de ensino da rede. Por meio de projetos e trabalhos escolares, os alunos passam a ter contato com os componentes curriculares abordados no Saeb, no caso, Língua Portuguesa e Matemática.

"É importante que nossas escolas, por meio de seus gestores e professores, busquem maneiras alternativas e criativas de trabalhar os conteúdos da avaliação, principalmente com os estudantes mais novos", completou a secretária executiva adjunta da Capital, Arlete Mendonça.

Hora de Avaliar - Outro carro-chefe na preparação dos estudantes para o Saeb é o projeto "Hora de Avaliar", que consiste na aplicação de simulados que promovem um grande movimento de sensibilização e engajamento, envolvendo alunos, professores, pais e comunidade em geral. Seu objetivo é estabelecer um diagnóstico da rede para implementar ações que possam garantir o direito à aprendizagem, com foco no próprio Saeb e em outras avaliações externas de larga escala.

As provas do "Hora de Avaliar" têm como conteúdos principais as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, com temas como interpretação de texto, coesão textual, estudos relacionados ao vocabulário, unidades de medidas, cálculo de perímetro de figuras planas e problemas envolvendo números racionais, dentre outros.

"Nós buscamos preparar os estudantes para o futuro e inserir avaliações deste porte é uma das ações que foram projetadas para o retorno 100% presencial. Essas provas têm o objetivo de dar um diagnóstico das lacunas de aprendizagem, que será utilizado para que seja feito um planejamento de ações corretivas efetivas", explicou Kuka Chaves.

Sobre o Saeb - O Saeb é um conjunto de avaliações externas em larga escala que permite ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de fatores que podem interferir no desempenho do estudante. Participam do Saeb os alunos do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.