Últimas

Jovens amazonenses disputam Festival de Dança em Joinville

Jovens amazonenses entre 10 e 19 anos estarão representando a bandeira amazonense em um dos maiores festivais de dança da América latina, o evento é realizado através do Instituto Festival de Dança de Joinville (IFDJ), em conjunto com Prefeitura Municipal de Joinville, via Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Secretaria Municipal de Saúde, no período de 05 a 16 de outubro de 2021.


O formato do 38º Festival de Dança de Joinville será híbrido, com atividades presenciais e virtuais. Para a Mostra Competitiva, os Palcos Abertos e o Festival Meia Ponta, os grupos que forem selecionados poderão optar por apresentar-se presencialmente ou de forma digital, através de vídeo previamente gravado junto à organização do FDJ. Também em formato híbrido irá acontecer a Feira da Sapatilha, na qual as lojas parceiras estarão em Joinville com seus stands e digitalmente com seus próprios e-commerce.

Para que o evento seja realizado dentro de um ambiente de segurança para todos os envolvidos, formou-se um Grupo de Trabalho coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, para definir quais protocolos e medidas serão adotados durante a realização do evento 

Além de competidores amazonenses teremos a abertura do festival que irá ser realizada por um corpo de dança manauara que está embarcando somente para a abertura do festival. Essa companhia de dança irá apresentar a TA – Sobre Ser Grande”, na noite de abertura do Festival de Dança de Joinville 2021

De acordo com o diretor da companhia Mário Nascimento, a coreografia faz com que os bailarinos do CDA tornem-se, no palco, uma tribo poderosa. “Eles tentam ser esse povo poderoso, que já estava aqui antes de nós, e que são evoluídos, que tem a noção de como proteger esse lugar, de como proteger essa floresta. É uma dança bem forte”, ressalta.

Além de termos amazonenses na abertura do festival teremos outras turma de conterrÂneos em peso participando de competiçoes de dança dentre eles estararÃo competindo as lindas moças Leticia Vitorya, Fenanda Seabra, Lara Fernanda, Yasmin Souza, Raissa Albuquerque e Luane S.

Elas estão se apresentando em palcos espalhados pela cidade de Joinville principalmente no palco sapatilha. Quanto as passagens da equipe passagens elas estão sendo pagas pelos pais, que fizeram os rifas e feijoada pra ajudar a custear as despesas de hospedagens, aclimatação, figurinos infelizmente essa turminha não tem ajuda do governo segundo a mae de uma das meninas dona Rose fala sobre o sonho delas estarem nesse festival. " Fizemos sacrifícios para estarmos aqui todos juntos, esse festival é o sonho dessas meninas, elas vÃo dar tudo de si para ganharem essas competições e cremos que iremos retornar vencedores". Destacou


Além da participação dessas moças temos um adolescente competindo em joinville, o rapaz se chama kelton Daniel Palheta Vieira que tem apenas 13 anos de idade, ele relata que está bastante ansioso e feliz por essa oportunidade. “Estou emocionado com uma oportunidade dessas de ser reconhecido nacionalmente com a arte que eu produzo e faço com tanto amor.” Finalizou


O adolescente já atua na área da dança a pelo menos 10 anos, no meio disso tudo ele conta como foi o primeiro contato com a dança “Meu primeiro contato com a dança, foi algo muito familiar, vi meu pai dançar e desde ali foi aguçando a curiosidade de saber como era, e gerando laços com aquele entretenimento".

Para arcar com a passagem  ele providenciou uma rifa no valor de R$ 5,00 mas ainda precisa de recursos para se manter na cidade de Joinville


Se você caro leitor puder ajudar esse jovem dando um incentivo na carreira artistica envie um pix no endereço da imagem acima. É com grande alegria que esperamos esses grandes vencedores aqui no Amazonas de volta, pois participar de uma competiçÃo a nível nacional não é para qualquer um. 


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.