Últimas

PC-AM apresenta trabalho no combate à violência doméstica a representantes do Ministério da Justiça

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das Delegacias Especializadas em Crimes Contra a Mulher (DECCMs), apresentou o trabalho desenvolvido pelo órgão de segurança do Estado no combate à violência doméstica ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), durante visita institucional de representantes da pasta do Governo Federal, realizada ao longo da quinta-feira (21/10).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Vieram até Manaus a delegada Ana Cristina Melo, secretária de Gestão e Ensino em Segurança Pública do MJSP; a delegada Grace Justa, diretora do Departamento de Política de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres; e as coordenadoras do Curso Nacional de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica Familiar, Juliana Amorim e Viviane de Melo.

Na ocasião, conforme a delegada Débora Mafra, titular da DECCM centro-sul, as representantes do MJSP puderam verificar e acompanhar de perto todo o trabalho já desenvolvido pela PC-AM, coordenado pela delegada-geral, Emília Ferraz, no combate à violência doméstica.

“É muito gratificante mostrar a atuação dos nossos policiais civis no enfrentamento desta violência. Aqui nas delegacias, elas puderam ver de perto que as nossas DECCMs estão aptas para proteger as mulheres amazonenses”, ressaltou Débora.

Durante a visita, a delegada Ana Cristina Melo, do MJSP, destacou a importância da parceria entre o Governo Federal e o Estado do Amazonas no enfrentamento aos crimes contra as mulheres.

“É importante que estejamos alinhados, para que o acolhimento necessário seja dado às vítimas de violência doméstica familiar de todo o país”, enfatizou ela.

Visita – As representantes do MJSP visitaram as dependências das três DECCMs, situadas no bairro Parque Dez de Novembro, Cidade de Deus e Colônia Oliveira Machado, zonas centro-sul, norte e sul de Manaus.

Elas também conheceram o Sistema de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem), da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o Ronda Maria da Penha, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.