Últimas

PC-AM deflagra Operação Rainha do Solimões, desarticula organização criminosa e apreende 1 tonelada de skunk, avaliada em R$ 8 milhões

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), deflagrou de sexta-feira (15/10) a terça-feira (19/10), a Operação Rainha do Solimões, que resultou na desarticulação de uma organização criminosa interestadual especializada em tráfico de drogas, na apreensão de 1 tonelada de maconha tipo skunk, avaliada em R$ 8 milhões, além de armas de fogo, R$ 70 mil em espécie, uma embarcação e um veículo de luxo.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A ação contou com o apoio do Departamento de Polícia do Interior (DPI) e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), e ocorreu em diferentes zonas de Manaus e no interior do Amazonas, entre os municípios de Tefé (a 523 quilômetros da capital), e Coari (a 363 quilômetros). Na ocasião, também foram presos três indivíduos, que pertenciam ao grupo criminoso.

Durante coletiva de imprensa, realizada nesta quarta-feira (20/10), na sede do DRCO, na avenida Brasil, bairro Compensa, zona oeste da cidade, a delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, destacou que com esta operação, uma quadrilha oriunda do centro-oeste do país, que tramita via Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), e distribuia entorpecentes para o resto do Brasil, foi desarticulada.

“Toda uma cadeia que vem promovendo mortes e vícios e levando outras pessoas à criminalidade é desestruturada com esse trabalho. Isso só é possível com a participação da população, que tem nos ajudado de forma consistente, com informações, para que possamos atuar de forma incisiva no combate aos criminosos”, enfatizou Emília.

Na ocasião, o delegado Rafael Allemand, diretor do DRCO, explicou que as investigações iniciaram há cerca de dois meses, onde os policiais detectaram uma organização criminosa de atuação interestadual. A pessoa responsável pela venda da droga em Tabatinga, bem como a pessoa que receberia o entorpecente na região centro-oeste também já foram identificadas e estão sendo investigadas.

Abordagem - Durante a abordagem à embarcação, as equipes policiais efetuaram a prisão de dois transportadores e de um freteiro, que estavam responsáveis por toda a logística da droga de Tabatinga a Manaus.

“Em paralelo a ação no rio, cumprimos mandados de busca e apreensão em alguns endereços de Manaus, onde apreendemos R$ 70 mil em espécie e armas de fogo. Vamos dar andamento às investigações, para localizar e prender o proprietário do material ilícito, bem como dos demais envolvidos na ação criminosa”, informou Allemand.

O delegado Juan Valério, coordenador do Grupo Fera, que deu apoio tático à operação, contou que as equipes ficaram ininterruptamente 48 horas nos rios, e conseguiram êxito na abordagem. “As drogas estavam armazenadas e concretadas no porão da embarcação, o que dificultou ainda mais o acesso ao material, que teve de ser quebrado com marretas e martelos”, relatou Valério.

Procedimentos - O trio responderá pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. E será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.