Últimas

PC-AM inaugura Sala Anjo, destinada ao colhimento de depoimento de crianças e adolescentes vítimas de violência

Visando um atendimento mais humanizado à crianças e adolescentes, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), inaugurou nesta quarta-feira (27/10), às 10h, na sede da Especializada, no bairro Aleixo, zona sul de Manaus, a Sala Anjo, espaço destinado ao colhimento de depoimentos de vítimas de violência, bem como de testemunhas de crimes.


Durante a cerimônia de inauguração, a delegada-geral Emília Ferraz, destacou o empenho que a PC-AM e a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) tem aplicado em prol dos direitos da criança e do adolescente.

“As medidas e ações que pudermos desenvolver em prol da segurança das nossas crianças e adolescentes, nós iremos fazer. Daremos o suporte necessário para que a Depca continue realizando o melhor atendimento às vítimas”, disse a delegada-geral.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular Especializada, a Sala Anjo atende aos critérios da Lei nº 13.431/2017, conhecida como Lei do Depoimento Especial. O espaço irá proporcionar a escuta de crianças e adolescentes de forma humanizada e adequada.

“Parte dos equipamentos foi doada pelo Ministério Público do Trabalho no Amazonas (MPT-AM), e parte pela PC-AM. No novo espaço, os depoimentos das vítimas serão gravados em áudio e vídeo como forma de evitar a repetição da história contada, para que assim, a criança ou adolescente não sofra com o processo”, destacou a delegada.

A promotora de Justiça e coordenadora da Infância do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), Romina Carmem de Brito Carvalho, parabenizou a rede de apoio presente na inauguração e destacou a importância do novo espaço.

“Desejamos que essa conquista se estenda por todo o Estado. Agora, na Depca, nossas crianças poderão ser ouvidas sem ser revitimizadas”, pontuou.

A presidente do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes no Amazonas (Devsca-AM), Amanda Cristina Ferreira, enfatizou que as crianças que passarem pela Sala Anjo serão ouvidas com dignidade. “Política como esta, que visa humanizar o atendimento das vítimas de violência no Amazonas, é uma conquista de todos”, finalizou.

FOTOS: Mayara Viana/PC-AM

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.