Últimas

PC-AM prende dois indivíduos investigados por integrar organização criminosa em Rio Preto da Eva

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), cumpriu, na tarde de quarta-feira (20/10), por volta das 15h, dois mandados de prisão preventiva em nome de Kadson Gerson da Silva Barbosa, de 38 anos, e Keitiane da Silva Reges, 34, investigados por integrar uma organização criminosa que atuava na distribuição e comercialização de entorpecentes, naquele município.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular da 36ª DIP, a dupla foi presa em uma casa localizada na rua Buriti, bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

“Kadson e Keitiane eram considerados foragidos desde a última segunda-feira (18/10), quando foi deflagrada a Operação ‘Acéfalo’, que culminou na prisão de 11 pessoas envolvidas no mesmo grupo, além da apreensão de armas de fogo, substâncias entorpecentes, dinheiro em espécie e aparelhos celulares”, explicou o delegado.

Conforme a autoridade policial, as equipes policiais receberam denúncias sobre a localização de Kadson e Keitiane, momento em que foram até o local e efetuaram a prisão deles, em Manaus.

Ordens judiciais – As ordens judiciais em nome de Kadson e Keitiane foram expedidas no dia 8 de outubro deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva, da Vara Única da Comarca de Rio Preto da Eva.

Organização criminosa – Durante os meses de investigação, os policiais constataram que se tratava de uma organização criminosa ligada a um grupo de âmbito nacional com sede no estado do Rio de Janeiro, e seus principais fornecedores de entorpecentes eram provenientes daquele estado.

Disque-denúncia – A autoridade policial ressalta que outros cinco indivíduos seguem sendo procurados pela polícia, sendo eles Ana Paula Caldeira de Medeiros, 33; Carlos Augusto Guido dos Santos, 38; Francisco Gleisson Juca da Rocha, 30; Karen Alves Pinheiro, 29; e Markson Mota da Silva, 31.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos indivíduos, deve denunciar pelo número (92) 99408-4662, o disque-denúncia da 36ª DIP, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). “A identidade do denunciante será preservada”, afirmou Brasil.

Procedimentos – Kadson e Keitiane irão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e organização criminosa. Eles serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.