Últimas

Prefeitura abre programação alusiva ao 'Outubro Rosa', na sede da Semasc

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, nesta terça-feira, 5/10, a abertura da programação alusiva ao "Outubro Rosa", mês que tem o objetivo de sensibilizar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero.


O ato ocorreu na sede da Semasc, localizada na avenida Ayrão, Centro, que recebeu iluminação especial.

A programação contou com atração musical e soltura de balões na cor rosa. Além dos servidores da Semasc também estiveram presentes representantes do Fórum Permanente de Afrodescendentes do Amazonas (Fopaam), Conselho da Igualdade Racial (Cepi), Povos de Terreiros e Associação Afro Brasileira Ilê Ase Opo Ogodo.

“Nós realizamos hoje, um ato público para destacar ao longo do mês de outubro a importância da prevenção, tanto do câncer de mama, quanto do câncer do colo do útero. Em nossas unidades fazemos as orientações necessárias e encaminhamos as mulheres para as UBSs (Unidades Básicas de Saúde), onde poderão fazer os exames”, enfatizou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

Durante todo o mês, a Semasc irá realizar diversas atividades nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e no Centro de Referência dos Direitos da Mulher (CRDM), como palestras, sessões de autocuidado, rodas de conversa, entre outros.

“Esse ato é um chamado às mulheres, conclamando para que realizem o autoexame nas mamas e o preventivo, e se encontrar algum indício, que procurem os serviços de saúde. Esse é o propósito com essa campanha que começamos hoje. Cuidar da saúde é um dever e ter acesso à saúde é um direito de todas”, disse a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

Diagnóstico e tratamento

A mamografia é feita na rede básica de saúde. As mulheres precisam buscar atendimento em uma UBS, para que seja agendada, via sistema de regulação, o seu exame.

As pacientes que possuem alta suspeita de câncer de mama, evidenciado por um exame de imagem, são encaminhadas por um médico à Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon-AM), zona Oeste, onde realizam biópsia, após a análise dos exames e a abertura de prontuário médico.

O tratamento dependerá do tipo e estágio da doença, podendo incluir quimioterapia, cirurgia e radioterapia.

Fotos - Marcely Gomes / Semcom

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.