Últimas

Professor que assediava alunas é afastado do cargo após protesto de adolescentes em Manaus

Manaus – Um protesto realizado por dezenas de alunos ocorrido na manhã desta sexta-feira (8) teve bons resultados. A manifestação era contra a conduta abusiva de um professor de matemática que assediava sexualmente adolescentes da Escola Estadual Prof. Ruth Prestes Gonçalves, localizada no bairro Cidade Nova, zona Norte da capital.



De acordo com as denúncias das jovens, o docente enviava mensagens nas redes sociais, convidando-as para sair, além de fazer comentários sobre o corpo delas. De acordo com os relatos, os casos acontecem desde 2018.

O levante teve também como motivação o depoimento de uma ex-aluna da instituição, que por meio das redes sociais solicitou que as pessoas não parassem de protestar até que tivessem certeza de que o professor seria punido.

“Vão falar que o professor vai ser afastado. Não acreditem. Não parem de se manifestar. Na época em que eu estava na escola, falaram que ele ia sair da escola, que ia perder a licença, mas nada disso aconteceu. Ele continua por lá e fez outras duas vítimas”, desabafou a jovem.

O grupo de adolescentes, então, reuniu-se em frente ao colégio, com cartazes e gritos por justiça, bradando que assédio é crime. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) informou que o professor foi, de fato, afastado, e a escola já está em busca de um substituto. A pasta afirmou, ainda, que um processo administrativo foi instaurado e o docente deve ser investigado por todas as denúncias.


FONTE: PORTAL CM7 

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.