Últimas

Suframa e parceiros promovem primeira reunião da ZDS Abunã-Madeira em Humaitá (AM)

O município de Humaitá recebeu nesta terça-feira (19) a primeira reunião da Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira, iniciativa que tem o intuito de reunir instituições públicas e privadas dos Estados do Amazonas, Acre e Rondônia para discutir ações de fomento ao desenvolvimento regional.


O evento teve a coordenação da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e do Programa Calha Norte, além do apoio da prefeitura de Humaitá e de diversos órgãos e entidades da região.

A reunião, que aconteceu no auditório da prefeitura de Humaitá, contou com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, do prefeito do município, José Cidinei Dedei Lobo, do vice-governador do Acre, Wherles Rocha, de representantes dos governos de Rondônia e do Amazonas e de órgãos como a Secretaria de Estado de Produção Rural do Amazonas (Sepror), Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), bem como empresários e dirigentes de entidades do setor produtivo.

De acordo com o superintendente Algacir Polsin, o objetivo da Suframa no contexto do projeto é contribuir com o desenvolvimento da região promovendo uma sinergia entre os vários atores do ecossistema, seja no setor público ou privado. “Com a mudança da legislação, a Suframa não tem mais a capacidade de apoiar financeiramente os estados e municípios, mas pode criar essa interação entre as partes, identificando suas capacidades e unindo esforços para contribuir com o desenvolvimento da região e a geração de emprego e renda para a população”, afirmou.

O superintendente destacou ainda que a Suframa tem a capacidade de integrar os recursos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) da Lei de Informática buscando interagir com toda a região, e beneficiando os três estados e os 32 municípios da ZDS Abunã-Madeira. Na opinião de Polsin, essa região tem vantagem na questão logística por contar com maiores facilidades no escoamento da produção para o restante do Brasil. Ele destacou, no entanto, a importância de concluir o asfaltamento da BR-319.

O prefeito de Humaitá, Dedei Lobo, enalteceu a iniciativa da Suframa de proporcionar esses debates em prol do desenvolvimento da região. Ele propôs uma discussão em torno da criação de um zoneamento ecológico e econômico para favorecer as potencialidades de cada município. “Estamos vivendo um momento histórico para o nosso município, que é a união de atores tão importantes para o nosso desenvolvimento. Para que esse encontro gere frutos, precisamos garantir que essa proposta de zoneamento aconteça de forma rápida e eficiente. Porque essa região é diferente. Os biomas são diferentes. E essa estratégia já deu certo no estado de Rondônia, por exemplo, que já está na terceira aproximação desse zoneamento”, lembrou.

Visita

Após o evento, uma comitiva de autoridades visitou o Frigorífico Amazonas, empreendimento inaugurado em 2020 na rodovia BR-319, em Humaitá. Com capacidade para o abate de até 360 cabeças de gado por dia, o frigorífico é o maior da região Sul do Estado e contribui para o abastecimento de carne bovina em todo o país, além de gerar empregos no município.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.