Últimas

Vacinação em São Paulo reflete nas viagens por todo o País

Estudo aponta expectativa de aquecimento de viagens em 17 estados a partir da imunização contra a covid-19 em SP; Nordeste é o destaque


O avanço da vacinação no Estado de S. Paulo, que ultrapassou os 50% da população imunizada, tem impacto no consumo de viagens em todo o Brasil. Esta é a principal conclusão do levantamento feito pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo e Viagens do Estado (Setur-SP). Em Alagoas, no Ceará e no Rio Grande do Norte, por exemplo, os paulistas lideram as estatísticas de consumo e impacto econômico: em média 25% (veja os gráficos).

O levantamento considerou dois grupos de informação: número de viajantes e faturamento. São Paulo é o principal exportador de turistas para nove estados: Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará — em outros seis fica em segundo lugar, perdendo apenas para os seus vizinhos. Já no volume de gastos, os paulistas lideram em 17 estados e no Distrito Federal: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

O setor de viagens e turismo foi um dos mais castigados pela pandemia da covid-10. O medo do coronavírus e a necessidade de isolamento impediram os deslocamentos, o consumo dos atrativos de lazer e a organização dos eventos e encontros de negócios. Em 2020, mais de 35 mil empresas foram fechadas 397 mil empregos foram perdidos, uma diminuição de 12,8% da força de trabalho do setor, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Desde janeiro de 21, quando a primeira dose de vacina foi aplicada no País, a preocupação do segmento passou a ser com o avanço da imunização. Em maio e junho os indicadores de retomada passaram a apresentar os primeiros resultados positivos, o que se confirmou em agosto e setembro.

O CIET utilizou para o estudo as informações das secretarias estaduais e do Ministério do Turismo. São Paulo tem os dois maiores mercados emissores de nacionais: a região metropolitana, incluindo a capital, e o Interior.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.