Últimas

Workshop apresenta serviços disponibilizados pela FCecon a pacientes de Roraima

Unidade hospitalar atende, anualmente, cerca de 700 pacientes de Roraima que fazem tratamento contra câncer

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), recebeu, na última sexta-feira (1º/10), o workshop “Autocuidado ao paciente em tratamento oncológico”, que teve como objetivo apresentar aos pacientes e acompanhantes vindos de Roraima a estrutura disponibilizada pelo hospital para o tratamento do câncer.

O workshop foi organizado pela representação do governo de Roraima em Manaus, e faz parte das ações promovidas em alusão ao Movimento Mundial Outubro Rosa, que tem como tema em 2021 “Quanto antes, melhor! Três perguntas que salvam”. O número de participantes foi limitado devido ao distanciamento social, e foi solicitado o uso de álcool em gel e de máscaras.

Segundo a gestora e representante do governo de Roraima em Manaus, Cláudia Pinheiro, a Fundação Cecon atende, em média, anualmente 700 pacientes roraimenses para tratamento de câncer. Ela explica que, de todos os pacientes recepcionados na capital amazonense, 97% são encaminhados à unidade hospitalar, que conta com uma ótima estrutura para atendimento ambulatorial, cirurgias, radioterapia e quimioterapia.

“Nossa intenção foi apresentar aos pacientes a estrutura disponível para o tratamento de uma forma integral. Foram tratados assuntos sobre melhoria da qualidade de vida, apoio emocional, espiritual e mental, os quais foram propostos pelo Núcleo de Saúde Integrativa da representação. Queríamos demonstrar o papel do paciente durante o processo de cura”, disse Pinheiro.

Direito do paciente – A gerente do Serviço Social, Keyth Bentes, falou sobre os direitos do paciente com câncer ao iniciar o tratamento, benefícios previdenciários e trabalhistas. Ela citou o benefício por incapacidade temporária ou permanente, o antigo auxílio-doença, que é assegurado pela Lei da Previdência Social, Lei nº 8.213/1991.

“Uma das principais orientações é a necessidade de adesão ao tratamento. Por isso explicamos que é muito importante ir a todas as consultas e sessões de quimioterapia e radioterapia, assim como seguir as orientações do médico e tirar dúvidas. Buscamos oferecer o melhor atendimento com dignidade, atenção e respeito”, afirma Keyth Bentes.

ONGs – A coordenadora estadual da Atenção Oncológica, enfermeira oncologista da FCecon, Marília Muniz, falou sobre as ações e serviços disponibilizados pela Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC-AM) e Liga Amazonense Contra o Câncer (LACC) a todos os pacientes que fazem tratamento na unidade hospitalar, além do trabalho de sensibilização junto à sociedade quanto à importância da prevenção e visibilidade às causas de câncer.

“A Rede Feminina e a LACC disponibilizam uma gama de serviços aos pacientes em tratamento contra câncer da FCecon, além da realização das ações de prevenção. São ofertados cursos, cestas básicas, kits de higiene e beleza, perucas, serviços de beleza gratuitos através do projeto Espaço Bem Estar e Embelezamento da Alma, auxílio para despesas com aluguel nas proximidades do hospital, dentre outras iniciativas”, frisou Muniz.

FOTOS: Jadson Souza/FCecon

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.