Últimas

Ação do Novembro Azul aborda prevenção ao câncer de próstata com os colaboradores da UGPE

Em Alusão ao Novembro Azul, a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) reuniu servidores para falar da prevenção ao câncer de próstata e os cuidados com a saúde do homem, nesta quinta-feira (25/11), na sede do órgão.


O tema foi tratado em roda de conversa, comandada pelo médico Rafael Aguiar.

Quando descoberto em fase inicial, o câncer de próstata tem mais de 90% de chances de cura. Por isso, o exame anual é indicado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) aos homens a partir dos 40 anos de idade. Os exames indicados são o toque retal e a dosagem sanguínea do Antígeno Prostático Específico (PSA).

Foi chamada a atenção para a alta incidência do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens, perdendo apenas para o de pele. De acordo com estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Amazonas deve registrar 480 novos casos de câncer de próstata em 2021.

Outra abordagem foi em relação ao preconceito dos homens em realizar o exame de próstata. Segundo o médico, ações de conscientização têm um papel fundamental no esclarecimento e no despertar dos homens para o tema. “Esse tipo de conversa, no mínimo, vai esclarecer alguma dúvida e melhorar o conhecimento, despertando interesse em melhorar a questão da saúde dele”, comentou o médico.

O pré-requisito para realizar o exame de próstata é ter no mínimo 40 anos de idade, especialmente quando há histórico familiar da doença.

O exame de próstata consiste em avaliar se há alterações presentes na glândula. Nesse caso, o médico especialista poderá solicitar outros, como medição do jato de urina e ultrassonografia transretal, para melhor investigação de tumores que podem ser malignos e evoluírem para câncer.

Entre os fatores de risco que podem aumentar as chances de desenvolver o câncer de próstata estão a idade, sendo mais comum em homens com mais de 55 anos, histórico de câncer na família e obesos.

Programação – A programação do Novembro Azul da UGPE contou com a parceria do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), que ofertou serviços de estética e massoterapia para os servidores durante todo o dia. Na semana passada, o órgão também realizou uma ação de sensibilização para a saúde do homem no canteiro de obras do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), no Igarapé do 40, zona sul de Manaus.

Sobre a UGPE – A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) é um órgão do Governo do Amazonas. Tem por missão planejar e executar políticas públicas voltadas à promoção de melhorias nas áreas de saneamento básico, urbanismo e socioambiental.

A UGPE executa os projetos de implantação do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus e Interior (Prosamin+). Com as obras do Prosamin+, o objetivo é contribuir, de forma sustentável, para a melhoria dos problemas socioambientais e urbanísticos da população residente nas áreas de abrangência.

FOTOS: Tiago Corrêa / UGPE

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.