Últimas

Cigás registra melhor desempenho mensal de venda de gás natural em 10 anos

No Amazonas, a comercialização de gás natural (GN) alcançou, em setembro, o melhor desempenho mensal desde o início da operação comercial da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), há 10 anos. A média de volume comercializado foi de 5,596 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia – unidade de medida padrão para aferir o desempenho da distribuição de gás natural).


Todos os segmentos atendidos pela Cigás, concessionária do serviço público de distribuição e comercialização de gás natural, apresentaram desempenho superior aos registrados antes do início da pandemia, no referido mês. Atualmente, são beneficiados com o GN fornecido pela Companhia os segmentos Termelétrico, Industrial, Comercial, Veicular, Residencial e o mais recente, o de Liquefação/Autogeração.

O aumento de geração de energia foi um dos fatores que contribuiu para o desempenho na comercialização de gás natural no Amazonas. A razão é o fato de que a Cigás fornece GN para 12 termelétricas no estado. O volume registrado de vendas de gás natural neste segmento, em setembro, foi de 5,278 milhões de m³/dia, elevação de 13,3% ante a setembro do ano passado.

Já em se tratando do segmento Industrial, a economia proporcionada pelo combustível fóssil a empresas do parque fabril de Manaus tem sido fundamental neste momento de busca pelo incremento da atividade produtiva. As vendas para mais de 50 empresas do parque fabril local chegaram em setembro a 165,3 mil m³/dia, volume 5,9% superior a setembro de 2020. Se for considerar o acumulado dos nove primeiros meses do ano, com o comparativo com o mesmo período de 2020, o avanço é ainda mais significativo, atingindo 26%.

O resultado indica que o consumo de gás natural vem se consolidando no estado. “Esses números refletem os investimentos realizados, ao longo dos anos, pela Cigás, que já ultrapassam R$ 614,8 milhões, em valores corrigidos, na expansão da rede de distribuição visando universalizar o uso de gás natural e seus benefícios”, ressaltou René Levy Aguiar, diretor-presidente da Companhia.

Segmento Veicular – Outro segmento que contribuiu para o desempenho de setembro foi o Veicular, que registrou nova marca histórica de volume com 19,8 mil m³/dia – salto de 48,5% em referência a setembro de 2020.

O preço mais competitivo do gás natural veicular (GNV) frente a outros combustíveis é apontado como o maior atrativo. Estudo da Companhia feito a partir de levantamento – baseado no mercado local e referente ao período de 17 a 23 de outubro – da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) indica que o GNV está sendo vendido a um valor 42% inferior ao da gasolina e 48% abaixo do preço do etanol.

Dados da última edição do boletim mensal de Acompanhamento da Indústria de Gás Natural, do Ministério de Minas e Energia, indicam que a tarifa da Cigás praticada para o segmento veicular é a quarta menor do País.

A Companhia também tem contribuído para o fomento do mercado de gás natural veicular por meio da campanha “Faça a Conta. Use GNV”, que visa a concessão de benefício no valor de R$ 4 mil a taxistas, motoristas de aplicativo e frotistas que tenham feito a conversão e a regularização de veículos a partir do dia 16 de setembro – início da campanha. A Cigás analisará a documentação e concederá o incentivo aos 250 primeiros que cumprirem todos os critérios estabelecidos em regulamento, que pode ser acessado no endereço eletrônico www.usegnv.cigs-am.com.br.

Além dessas iniciativas, dois novos postos de combustíveis fecharam contratos com a Companhia para operação com GNV, sendo que estão aguardando apenas a finalização da interligação de energia elétrica para funcionamento do sistema de compressão e de abastecimento.

Demais segmentos – Outros dois segmentos que apresentaram destaque foram o Comercial, com registro de 4 mil m³/dia de volume de gás natural comercializado em setembro, elevação de 22% em comparação com setembro do ano anterior; e Residencial, que também registrou destaque no volume de vendas, alcançando 1,3 mil m³/dia no mesmo mês.

Sobre a Cigás – Atualmente, a Companhia de Gás do Amazonas contabiliza mais de 7,8 mil unidades consumidoras em sua carteira de clientes e, até 2025, há projeção de superar a marca de 21 mil.

Além da economia, a versatilidade na aplicação do gás natural é outra vantagem. O insumo pode ser utilizado na geração de energia elétrica e de vapor, aquecimento de fornos e secadores, como matéria-prima, na climatização de ambientes, cocção de alimentos, no abastecimento de frota de veículos, em empilhadeiras, dentre outros.

Outro benefício proporcionado pelo consumo do gás natural é o ambiental. A adesão ao GN, em Manaus, representou redução de 73% na poluição provocada pela queima de combustíveis líquidos que foram deslocados e de 55% na emissão de gases de efeito estufa (metano e dióxido de carbono). Esses dados foram comprovados por meio de pesquisa produzida pela Green Ocean Amazon.

FOTOS: Divulgação/Cigás

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.