Últimas

Oficina promovida pela prefeitura capta sugestões e soluções para aperfeiçoar o atendimento ao usuário

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou mais uma edição da webconferência “Diálogos na Atenção Primária à Saúde”.


O tema em destaque foi o projeto Regula Mais Brasil, explorado pela médica Beatriz Leão e pela enfermeira Lyvia Silva, que atuam no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e destacaram o objetivo alcançado com as oficinas, ao identificar as principais dificuldades vivenciadas pelos profissionais e captar soluções e sugestões para reduzir o tempo de espera por parte do usuário.

O Hospital Sírio Libanês é a instituição responsável por implantar o projeto Regula Mais Brasil, em parceria com as redes estadual e municipal de saúde, que tem a proposta de aprimorar o atendimento na Rede de Atenção Primária de Saúde (APS), de modo a acelerar o atendimento ao usuário na rede especializada.

Na webconferência, os profissionais de saúde do Sírio Libanês fizeram uma avaliação do resultado de cinco oficinas, realizadas no mês de outubro, das quais participaram gestores de unidades, médicos, enfermeiros, operadores do sistema de regulação e gerentes de distritos de saúde, sendo 15 pessoas em cada oficina.

A enfermeira Lyvia Silva iniciou a transmissão, que contou com a participação de mais de cem profissionais de saúde, mostrando uma linha do tempo sobre a evolução das atividades realizadas em outubro. Para ela, a receptividade dos profissionais da Semsa foi muito boa e as oficinas conseguiram atingir seu objetivo, identificando as principais dificuldades vivenciadas pelos profissionais e captando soluções e sugestões, para reduzir o tempo de espera por parte do usuário.

A médica Beatriz Leão elogiou o empenho dos profissionais, que operam o Sistema de Regulação em Manaus, que segundo ela, enfrentam as dificuldades apresentando soluções assertivas.

Para Beatriz Leão, a dificuldade gerou oportunidades em Manaus, cidade que pode dar lições para o país. “Vocês fizeram um ambulatório virtual, para atender as teleconsultas. É uma equipe engajada, que sabe trabalhar em parceria. No próximo dia 26, queremos apresentar os resultados, discutindo cada um dos indicadores, estamos auditando essas informações, para poder melhorar o nosso processo, mas quero agradecer muito a parceria, o conhecimento que vocês têm de regulação chama a atenção”, reforçou.

O objetivo do Regula Mais é reduzir o tempo de espera na fila do SUS, por meio da telessaúde, que possibilita ao usuário o acesso mais rápido a consultas. Para atingir esse objetivo, os médicos que integram o projeto, avaliam os casos de acordo com os critérios de encaminhamento da equipe de regulação local, uma vez que esses critérios estejam corretos, o paciente, em conformidade com a sua prioridade no sistema, será atendido por um especialista. Para que isso aconteça, as ações precisam acontecer de forma ajustada entre a atenção primária e a rede especializada, daí a importância do Regula Mais Brasil.

Foto – Camila Batista / Semsa

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.