Últimas

Prefeitura de Manaus participou de ação nacional para reduzir acidentes com animais silvestres nas estradas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), participou, nesta quarta-feira, 24/11, de uma ação nacional, que visa reduzir acidentes e atropelamentos de animais silvestres nas estradas, ferrovias e vias urbanas de todo o país.


Intitulada de Dia Nacional de Urubuzar, a ação ocorreu na Escola Municipal Abílio Alencar, localizada no quilômetro 35, da rodovia Deputado Vital de Mendonça (AM-010 Manaus/Itacoatiara), zona rural de Manaus.

De acordo com o secretário da Semmas, Antonio Ademir Stroski, cerca de 211 alunos das escolas, pertencentes aos ramais do Leão, Água Branca, “BR” e Bons Amigos participaram da ação.

“Foram sete turmas do ensino fundamental 2, com faixa etária entre 14 e 15 anos de idade. Eles vão nos auxiliar nesse trabalho que estamos inserindo, a partir dessa nova gestão ambiental do município, nas pautas da Semmas. A secretaria de Meio Ambiente, por orientação do prefeito David Almeida, vai voltar a trabalhar com a pauta de fauna em nossa cidade”, anunciou Stroski.

O secretário informou ainda que a equipe do Departamento de Mudanças Climáticas e Áreas Protegidas (Demcap), da Semmas, está elaborando ações de sensibilização, que serão realizadas na área urbana a partir de 2022.

“A fauna silvestre é um componente muito importante para o equilíbrio da qualidade ambiental e, nós todos, sabemos do estado de vulnerabilidade em que os animais de nossa cidade se encontram, por força da expansão urbana. Nesse sentido, a Semmas estará agindo mais extensivamente com ações de sensibilização de condutores de veículos, nas associações comunitárias e nas escolas em relação a esse tema. Incluir a sociedade na proteção desse atributo ambiental é fundamental para que se forme uma rede exitosa de reconhecimento e valorização desse patrimônio”, disse o titular da Semmas.

Urubuzar

O Dia Nacional de Urubuzar, que ocorreu em mais de 40 cidades brasileiras, tem o objetivo de conscientizar a sociedade para os impactos causados por rodovias e ferrovias à fauna silvestre e incentivar o uso do app Sistema Urubu, um aplicativo que mapeia os pontos com mais ocorrência de atropelamentos e que qualquer pessoa pode baixar gratuitamente.

“Aqui em Manaus, a Semmas foi inscrita por meio da APA Adolpho e Parque Municipal Nascentes do Mindu com uma equipe de voluntários e dois servidores das referidas unidades. Além de tratar de atropelamento de animais silvestres em estradas e rodovias, aproveitamos a oportunidade para falar sobre queimadas florestais”, destacou a gestora do Parque das Nascentes do Mindu, Maria de Fátima.

A ação é realizada pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) e pela Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB), em parceria com várias entidades municipais e estaduais.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.