Últimas

Prefeitura de Manaus realiza ‘Maker Day’ em escola da zona norte para estimular criatividade dos alunos

A Prefeitura de Manaus realizou, na tarde desta quarta-feira, 10/11, o “Maker Day”, na escola municipal Jornalista Sabá Raposo, no Manoa, zona Norte.


Com o tema “Curumins e cunhantãs: protagonizando o empreendedorismo e a inovação na criação de artefatos digitais, para auxiliar a escola”, a ação teve o propósito de ensinar a cultura maker, movimento de incentivo à criação no estilo “faça você mesmo”, aos alunos.

Os estudantes participaram de diversas atividades e dinâmicas, que estimularam a criatividade e a aprendizagem com inovação e tecnologia e puderam conhecer sobre a cultura maker, que possui como ideia central o “do it yourself”, que significa “faça você mesmo”. A finalidade é que qualquer pessoa consegue criar, desenvolver e construir objetos com as próprias mãos, baseando-se em um ambiente de colaboração, cooperação e transmissão de informações entre pessoas e grupos.

A gestora da escola, Silvia Barros explicou como o Dia Maker vai potencializar o aprendizado dos alunos. "Essa atividade vai impulsionar bastante o aprendizado em sala de aula, onde temos o diferencial de realizar várias oficinas, assim o aluno pode se conhecer melhor, além de descobrir o seu talento, no qual deve trilhar e aperfeiçoar", destacou.

A ação foi desenvolvida pelo Clube de Letramento em Programação e Robótica (Procurumim) da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE). A professora Rejiane Cardoso, responsável pelo Centro de Tecnologia da Escola (CTE), coordenou a iniciativa.

"Os nossos alunos precisam ocupar sua mente com ideias criativas, e nesta tarde, estamos desenvolvendo produtos, artefatos e oficinas que ajudarão os alunos a se tornarem mais disciplinados e participativos na escola, além de darmos a oportunidade de mostrar o que sabem fazer. Toda a escola está envolvida, então isso melhora o rendimento da nossa unidade no âmbito social e educacional", enfatizou.

Atividades

Entre as ações deste Dia Maker, houve a mostra de artefatos criados pelos estudantes do Procurumim; concurso do Robô Maker; e oficinas “mão na massa”, que consistiu na confecção de sandálias e artesanato com sucatas, além de jogos de tabuleiro, programação, paper kraft e dança.

A iniciativa contou com o apoio de diversos parceiros, como a empresa Fab Lab Manaus; Instituto Cultural Brasil Estados Unidos (Icbeu), que desenvolveu a oficina microbit, e a empresa de tecnologia educacional, Kainos Maker, com oficinas de Impressora 3D.

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) também foi um dos parceiros e realizou apresentações sobre realidade virtual. Glauco Barros, coordenador de projetos especiais do centro, comentou como esse evento contribui para o êxito na educação.

"Essas oficinas estimulam muito a criatividade, ou seja, mostram aos alunos que eles são capazes de criar e fazer com coisas que temos no ambiente doméstico, e isso é fundamental para estimular cada vez o desenvolvimento dessas crianças e jovens, colocando uma visão de que é possível, mesmo com algumas limitações, terem algo que possa modificar e ser muito útil para a vida deles", pontuou.

A aluna Alicia Sofia, do 9° ano, gostou bastante do Dia Maker. "Estamos nos sentindo importantes. Os professores estão nos ajudando a descobrir nossos talentos. É uma ideia muito boa", frisou.

Fotos - Eliton Santos / Semed

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.