Últimas

Professor de artes obrigava crianças a darem beijo homossexual em troca de nota e dinheiro; veja vídeo

 Brasil – Um professor do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, localizado no bairro do Cabula, em Salvador, foi afastado após estimular estudante a se beijarem em troca de pontos na média dos alunos.Professor de artes é afastado após obrigar crianças a darem beijo homossexual em troca de nota e dinheiro; ouça áudio

O fato teria ocorrido no dia 11 de novembro, e o professor de artes teria estimulado adolescentes do 6º ano A/Fundamental II a se beijarem, os jovens têm entre 11 e 13 anos. Duas mães de alunos prestaram queixa contra o professor na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente.

A Secretaria de Educação (SEC) informou em nota que, ao tomar conhecimento da denúncia feita pela direção do colégio, afastou de imediato o professor de sua função e instaurou um processor administrativo para apuração do caso.

Em nota, a direção da escola informou que “repudiou o ato e agiu imediatamente” além de ter solicitado “afastamento do professor em menos de 24h após o acontecido”

A polícia segue em procedimentos de investigação, mas não divulgará detalhes por se tratar de um caso envolvendo crianças e adolescentes.

Relato de estudante

Em um áudio divulgado pelas redes sociais, uma aluna que estava na sala no momento, relatou a situação ocorrida. Escute:



“Estávamos em uma aula com o professor de artes. Aí uma menina chegou no professor e falou: ‘professor, eu gosto daquele menino’. Aí o professor incentivou a gente a se beijar, menina com menina, menino com menino e menino com menina. Aí ele falou depois: ‘quem se beijar dou cinco pontos’. E ofereceu até dinheiro, R$5. Aí a diretora veio e pediu o celular de todo mundo que estava na sala, e pediu todos os vídeos das pessoas que estavam na sala e apagou”, relatou.

A diretora confirmou a versão e disse que solicitou que os alunos apagassem os vídeo, mas enviou para seu próprio aparelho dois vídeo com conteúdos do ocorrido, esses vídeos foram enviado para a Secretaria de Educação.

 

Nota da escola

 

 

 

Com informações via G1

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.