Últimas

VEJA VÍDEO: Policial apaisana impede assalto em supermercado em Recife e cliente se sente ameaçada por insinuar que policial apontou a arma para ela e para a vítima da sociedade que foi rendido com faca do tipo peixeira.

O fato aconteceu em um Supermercado de Recife, na tarde da última segunda-feira, (15).


Um policial apaisana passando por uma avenida, presenciou uma tentativa de assalto com arma branca por parte de três indivíduos contra um vigilante de rua, interviu na ação de forma enérgica e impediu o resultado, perseguiu os meliantes e deu voz de prisão a um deles em frente ao supermercado no bairro de Espinheiro,

O suspeito correu para o interior do estabelecimento gritando desesperadamente que era menor e não podia ser preso, afim de ser adotado por algum socialista apaixonado, quando uma senhora o abraçou e pasme, gritou que "o policial não poderia prender um menor, independente do crime que ele tinha cometido" e que o policial estava de folga e sem farda, e mesmo o policial tendo apresentado sua carteira funcional e baixado a arma, que ele era um bandido para ela.

O policial então saiu do mercado e foi buscar a vítima, voltando ao estabelecimento para cumprir sua missão suicida, e quando chegou disse a mulher que ia acionar uma viatura para conduzir o "menino" até a delegacia, então, sua protetora ligou para o 190 e gritou dizendo que o policial estava ameaçando e apontando arma para ela, afim de mobilizar uma viatura para prender o "policial criminoso" e que a polícia estava para proteger ela, e o menor, e não proteger um policial que queria prender um “menor de estimação.”

Com a chegada da equipe da cavalaria, foi constatado que o menor se tratava de um maior e já tinha uma intensa lista de crimes cometidos, além de estar respondendo por latrocínio e tráfico de drogas, ainda assim, sua "mãezinha" o protegeu durante toda a ocorrência que se estendeu até às 00hs.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.