Menina escapa por pouco da morte após ter cabelo sugado por ralo da piscina; veja o vídeo

 Brasil – Uma família de Água Branca, no Piauí, quase viu um dia de lazer se transformar em tragédia no domingo (05) devido a um acidente na piscina de uma residência.Menina escapa por pouco da morte após ter cabelo sugado por ralo da piscina; veja o vídeo

 Maria Rita Pimentel, de 13 anos, estava se divertindo na piscina da casa de uma amiga quando de repente teve o cabelo preso no sugador da água e se afogou. A garota foi retirada inconsciente da água.

Veja vídeo:


A telefonista Rozana Pimentel, mãe de Maria Rita, publicou em suas redes sociais o vídeo registrado por câmeras de segurança da residência, que mostra o exato momento em que ocorreu o acidente. Segundo Rozana, a intenção de divulgar o vídeo é alertar as pessoas sobre os perigos do aparelho sugador, que muita gente desconhece. “Eu não quero que ninguém passe por isso…  o que eu e minha família sentimos, o medo e o desespero de saber que poderíamos ter perdido ela, não desejamos para ninguém”, disse a mãe.

“Ela [Maria Rita] brincando mergulhou e o cabelo ficou preso ao sugador. Ela disse que quando percebeu manteve o controle e segurou a respiração até a hora que o pessoal percebe e pulou na piscina para salvá-la. Segundos depois ela desmaiou. Uma amiguinha dela pegou a faca e um rapaz chamado Diego cortou o cabelo dela que estava preso, retirando minha filha da água , conta a mãe, Rozana Pimentel.

Maria Rita foi retirada da água desacordada e rapaz que a salvou é amigo dos pais da amiga dela. “Ele fez massagem cardíaca e respiração boca a boca. Ela acordou e foi levada ao hospital, ficando de observação para ver se sentia algo, mas graças a Deus ficou tudo bem”, diz Rozana.

A mãe contou ainda que a filha está bem fisicamente e psicologicamente. Na segunda-feira (06), Maria Rita passou por uma tomografia nos pulmões e cabeça para ver se ficou alguma sequela e felizmente a garota está bem. Rozana Pimentel disse ainda que sua filha sabe nadar e por isso ela sempre a deixa banhar em piscina sem medo.

“Foi importante ela saber nadar, pois assim ela conseguiu manter o controle e segurar muito tempo a respiração. Ela não se desesperou, pois sabia que lá tinha pessoas que a salvaria.  De fato essas pessoas salvaram a minha princesa, mas o alerta ficou ainda mais ativado, pois sempre tomo toda cautela”, conclui a mãe.

Maria Rita/Foto enviada pela família

“O sentimento de perda é muito doloroso, quando vi minha filha bem eu só consegui chorar e agradecer muito a Deus e ao rapaz que socorreu ela”, agradece a mãe.

Após quase ter perdido sua filha mais nova, Rozana Pimentel fez um alerta aos pais e responsáveis, deixando uma série de recomendações sobre os riscos do aparelho sugador. Confira abaixo:

1- Ensine seus filhos a localizarem esse sugador ou ralo e os perigos do mesmo, para que não cheguem perto;

2- Quanto as pessoas que acompanham as crianças, fiquem sempre de frente para piscina observando tudo;

3- Quanto aos donos, conheça bem esse método, agende o processo de filtragem somente quando a piscina estiver fechada e se possível instale ao menos dois dutos de sucção para diminuir a força em cada um deles;

4-Talvez um botão para o desligamento de emergência da bomba de sucção seria uma ótima alternativa.

 

Com informações via Piauí Hoje

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem