Últimas

Mulher morre esfaqueada após recusar fazer sexo com marido que havia tomado Viagra



Uma mulher, de 61 anos, morreu após ter recusado fazer sexo no dia no Natal com o marido, 80, depois dele já ter tomado um comprimido de Viagra. O caso aconteceu na residência do casal em Fanano di Gradara, na Itália.

Segundo o jornal “The Sun”, a discussão entre Vito Cangini e a esposa Natalia Kyrychok começou pois o italiano acusou a mulher de estar atraída pelo patrão e, por esse motivo, teria desistido de fazer sexo com ele.

O idoso matou Natalia e deixou o corpo ensanguentado no chão, antes de ir para a cama dormir, como se nada tivesse acontecido.

Hora depois, ainda no mesmo dia, Vito telefonou para o restaurante onde a mulher trabalhava como chef de cozinha e disse ao proprietário do estabelecimento que ele nunca mais veria Natalia.
O dono do restaurante disparou para o idoso: “Sei que algo está acontecendo entre vocês dois”. Após ouvir o que Vito havia dito no telefonema, o patrão da vítima ligou imediatamente para a polícia. Com informações do O Dia.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.