Últimas

Prefeitura libera rua Henrique Martins após obras de contensão de erosão e reconstrução de galeria

A Prefeitura de Manaus liberou a trafegabilidade da rua Henrique Martins, entre a Avenida Eduardo Ribeiro e rua Joaquim Sarmento, no Centro de Manaus, para a passagem de pedestres, após a obra de recuperação da área afetada por uma grande erosão ocasionada na rede de drenagem.


No local, havia prédios antigos construídos irregularmente em cima da galeria, a qual não suportou o peso dos imóveis e o grande fluxo de águas pluviais, e por isso, estava em eminente risco de desabamento.

O engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Igor Mendes, fiscal da obra, afirma que o passar dos anos, a constante ocorrência de chuvas e o grande fluxo de água na galeria contribuiu para a erosão do solo, causando o surgimento de uma grande cratera no local. Por conta do risco de desabamento do imóvel vizinho, os serviços de reconstrução da rede foram feitos manualmente, visto que as trepidações que os equipamentos mecânicos iriam causar poderiam botar em risco a vida dos trabalhadores.

“O prédio já estava interditado por risco de desabamento, por conta de sua fundação estar exposta e por isso não podíamos entrar de imediato com as máquinas. Além dos trabalhos manuais, feitos inicialmente, tínhamos pouco espaço e um problema de grande fluxo de água no canal da drenagem. Iniciamos os trabalhos no dia 20 de setembro e só após o desabamento do outro prédio, no dia 18 de novembro, pudemos entrar com o maquinário e acelerar a obra”, afirmou Mendes.

O engenheiro destaca ainda, que todo o cuidado foi tomado para que o local não volte a ter riscos de desabamento. “Fizemos escavações em toda a área da galeria, além da instalação de duas caixas de passagem para fazer o engastamento da estrutura da galeria antiga e da nova, uma a montante e outra a jusante, interligadas por aduelas de dois metros de concreto armado, todas novas, e com um cálculo para suportar um peso muito maior que o das galerias antigas. Ligamos 15 metros de aduelas, aumentando a vazão da água na galeria e também realizamos a construção de um poço de visita na caixa a jusante, pra fazer as manutenções periódicas”.

A rua Henrique Martins já está liberada para comerciantes e consumidores transitarem de forma segura, especialmente nessa época de fim de ano, quando aumenta o fluxo de pessoas no local. A prefeitura finaliza apenas a recuperação da calçada para entregar 100% da obra antes do fim do ano.

Desabamento

O desabamento do prédio na rua Henrique Martins ocorreu na noite de 18 de novembro. O local estava vazio e não houve vítimas. O imóvel estava interditado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), desde o início das obras. A área foi interditada pela Defesa Civil do município, e dentro do perímetro demarcado, a Seminf fiscalizou os trabalhos de implantação das novas galerias de águas pluviais, que já foram concluídos.

A ação foi fiscalizada pelo prefeito David Almeida e pelo vice-prefeito e secretário da Seminf Marcos Rotta, que salientaram a necessidade de conscientizar a população sobre a importância de não realizar construções em locais irregulares.

A Prefeitura de Manaus irá intensificar as fiscalizações em obras realizadas pela cidade, para assim, evitar que novas irregularidades aconteçam, minimizando o surgimento de pontos de erosão no futuro.

Fotos - Márcio Melo / Seminf

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.