Últimas

Prefeitura promove programação de Natal para os idosos da FDT

A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação de Apoio ao Idoso Dr. Thomas (FDT), realizará nesta quarta-feira, 23/12, uma programação de Natal para os idosos da Instituição de Longa Permanência (ILPI), intitulado “Natal da Gratidão”.


Com a pandemia da Covid-19 e os avanços dos casos de gripe, a FDT teve que se adaptar e, neste ano, promoverá uma Benção de Natal com o padre Leonardo Silva, às 9h30, no refeitório da FDT.

“Por determinação do prefeito David Almeida, estamos pensando em todo um protocolo para oferecer esse momento a eles, pois a felicidade dos nossos idosos é o que nos move. Em meio a um ano tão difícil, com tantas vítimas da Covid-19, é importante ter muito cuidado, mas, ainda assim, buscar trazer um natal de muita luz a eles”, afirmou a diretora-presidente da FDT, Martha Moutinho.

Além da bênção, haverá também a distribuição de presentes aos idosos pelo Papai Noel e um lanche. As festas de fim de ano promovem a interação entre eles e, por isso, é um momento aguardado pelos residentes.

O psicólogo da FDT, Adriano Lago, explica que essa interação é extremamente importante. “É a partir de tradições em comum, como a comemoração do Natal, que os idosos criam laços e se sentem cada vez mais em casa no ILPI. Cria-se um sentimento de família mesmo, e por isso pensamos com muito cuidado esse momento para oferecer a eles”, diz Adriano.

Sem idade para amar

Dessa interação, já surgiram até casais. A história de amor entre Dina da Costa Sanchos, 74, e Asfalto Antônio Olímpio, 66, nasceu quando Dina interpretou Maria e Asfalto, José, em uma das peças de Natal da Fundação. “A gente começou a se aproximar por conta do teatro, depois continuamos conversando... construímos uma amizade mesmo e, até agora estamos juntos”, conta Dina.

Há dois anos na Instituição, Asfalto conta que viu em Dina uma companhia. “É muito bom ter alguém para conversar, a gente não fica mais tão sozinho. Eu fui casado por 25 anos, sou viúvo, e agora tenho a companhia da Dina”. Histórias como as de Seu Asfalto e Dona Dina, é o que movem o desejo de oferecer momentos de tanta partilha e interação.

Adriano Lago enfatiza que não há idade para amar. “O amor vence grandes obstáculos e traz consigo grandes benefícios, mais disposição, maior vontade de praticar atividades e menos risco de isolamento e depressão, por isso estamos seguindo todas as normas de distanciamento social e cuidando de cada detalhe para oferecer esse momento especial e com muito amor para os idosos”, explica o psicólogo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.