Quebra de recordes é destaque na piscina da Vila Olímpica

Na piscina da Vila Olímpica, praça administrada pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), 25 novos recordes foram quebrados no final de semana, durante a disputa do Campeonato Amazonense de Categorias (Estadual de Natação). A competição que marcou o encerramento do calendário esportivo da modalidade em 2021, aconteceu entre os dias 17 e 18 e contou com a participação de 11 equipes e a inscrição de 110 atletas.


“Essa competição é muito importante porque é o primeiro campeonato amazonense realizado na piscina olímpica da Vila. O torneio tem uma relevância muito grande, pois quanto mais as nossas praças estiverem sendo usadas para competições e treinamentos, mais estaremos trabalhando para fomentar o esporte no estado”, explicou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Presidente da Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (FADA), Cláudia Nobre Lisboa falou sobre o saldo do torneio, que contou com várias marcas sendo quebradas e a projeção para a temporada 2022.

“Nesta competição tivemos um saldo muito positivo relacionado à recordes. Ficamos muito felizes pelo diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira nos receber, onde ele disse que este foi o primeiro amazonense que estava sendo realizada lá de forma oficial. Então assim, para a família da natação, nós vimos os atletas felizes por estar competindo nesse lugar, pois eles me cobravam muito, e foi muito positivo a gente ter conseguido realizar esse torneio. Nós ficamos muito gratos a Faar e espero contar com essa ajuda para 2022 e possamos fazer muitas competições na Vila”, afirmou a presidente da FADA, Cláudia Nobre.

Destaque - Estabelecendo cinco recordes na categoria sênior, o atleta Caio Sakamoto, de 20 anos e integrante do Instituto Pedro Nicolas falou sobre seu desempenho no Amazonense e elogiou a estrutura oferecida pela Faar.

“Fico feliz por ter conseguido alcançar essas marcas, pois a gente trabalhou bastante para chegar no final do ano e obter esses bons resultados, para fechar a temporada com chave de ouro. A piscina da Vila Olímpica é de ponta, padrão olímpico, onde muitos querem nadar e treinar nesse espaço. Eu mesmo, se tivesse uma oportunidade para desenvolver meu trabalho na Vila, iria querer sem sombra de dúvidas. Eu coloco na minha cabeça que sempre temos que querer mais, então treinar em uma piscina que conta com toda aquela estrutura seria maravilhoso”, frisou Caio Sakamoto.

Piscina - Medindo 50x25m, além de 2m de profundidade e um volume de 2.500m³ de água, o que caracteriza os padrões olímpicos, a piscina da Vila apresenta estrutura ultramoderna de autolimpeza o que permite condições automatizadas de renovação.

“O Governo do Amazonas, por meio da Faar, trabalhou nesta estruturação. 55% da obra está concluída, os outros 45% serão concluídos pela Seinfra, inaugurando assim, o complexo aquático do Amazonas. Esse comprometimento é marca registrada do nosso trabalho para incentivar o desenvolvimento do esporte de alto rendimento”, afirmou Jorge Oliveira.

Classificação - Pontuação na classe infantil, masculino e feminino.

1º AQ. Marinho (Associação de Natação Aquática Marinho): 449,00

2º Pedro Nicolas (Instituto Pedro Nicolas Sena da Silva): 343,00

3º ASA-CMM (Agremiação Subtenentes e Sargentos): 108,00

4º CTAM/SESI (Clube do Trabalhador do Amazonas/SESI): 87,00

5º Olímpico Clube: 34,00

6º AQ. Amazonas (Aquática Atividades Esportivas LTDA ME): 28,00

7º C.T.G (Centro de Tradições Gaúchas): 27,00

8º Aquática Manaus (Aquática Manaus/Mascarenhas Team): 23,00

Pontuação na classe juvenil, masculino e feminino.

1º AQ. Marinho (Associação de Natação Aquática Marinho) 290,00

2º AQ. Amazonas (Aquática Atividades Esportivas LTDA ME): 195,00

3º Olímpico Clube: 121,00

4º Pedro Nicolas (Instituto Pedro Nicolas Sena da Silva): 74,00

5º CTAM/SESI (Clube do Trabalhador do Amazonas/SESI): 42,00

6º C.T.G (Centro de Tradições Gaúchas): 23,00

7º Bindá Training 3,00

Pontuação na classe junior/sênior, masculino e feminino.

1º Pedro Nicolas (Instituto Pedro Nicolas Sena da Silva): 447,50

2º AQ. Marinho (Associação de Natação Aquática Marinho): 281,50

3º ASA-CMM (Agremiação Subtenentes e Sargentos): 168,00

4º AQ. Amazonas (Aquática Atividades Esportivas LTDA ME): 143,50

5º Olímpico Clube: 142,50

6º CTAM/SESI (Clube do Trabalhador do Amazonas/SESI): 130,00

7º C.T.G (Centro de Tradições Gaúchas): 66,00

8º OBS (Observação) 32,00

9º RNNB (Atlético Rio Negro Clube): 16,00

Recordes - Pedro Henrique Medrado: 02:03.03m na prova de 200LM

Raylson Bruno Farias Guimarães: 01:10.94 na prova de 100PM

Caio Jose de Matos Arcos: 02:13.94 na prova de 200CM

Caio Sakamoto Sousa: 02:16.48 na prova de 200CM

Kathleen Manoella Silva: 20:16.01 na prova de 1500LF

AQ Marinho: 04:00.80 na prova de R100LM

Raylson Bruno Farias Guimarães: 00:56.22 na prova de 100LM

Pedro Henrique Medrado: 00:57,85 na prova de 100LM

Davi da Silva Gomes: 01:02.12 na prova de 100CM

Pedro Henrique Medrado: 02:20.50 na prova de 200MM

Raylson Bruno Farias Guimarães: 02:21.62 na prova de 200MM

Caio Sakamoto Sousa: 02:16.82 na prova de 200MM

Yago Araújo: 09:29.84 na prova de 800LM

Caio Sakamoto Sousa: 09:19.12 na prova de 800LM

Raylson Bruno Farias Guimarães: 00:25.09 na prova de 50LM

Pedro Henrique Medrado: 04:58.96 na prova 400MM

Caio Sakamoto Sousa: 04:50.95 na prova de 400MM

Davi da Silva Gomes: 04:52.22 na prova de 400MM

Caio Jose de Matos Arcos: 04:56.91 na prova de 400MM

Gabriel Santos: 02:35.74 na prova de 200PM

Pedro Henrique Medrado: 02:43.94 na prova de 200PM

Yago Araújo: 01:01.48 na prova de 100BM

Leonardo Rodrigues Pessoa: 00:59.84 na prova de 100BM

Caio Sakamoto Sousa: 04:21.87 na prova de 400LM

Inst. Pedro Nicolas: 02:05.66 na prova de R50MMI

FOTOS: Mauro Neto/Faar

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem