Últimas

Suframa participa de abertura da 43ª da Expoagro

O superintendente da Suframa, Algacir Polsin, participou, nesta quinta-feira (09), da cerimônia de abertura da 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro).


Considerada a maior feira de agronegócio da região norte, o evento ocorre até domingo (12), em formato híbrido: programação presencial, no Kartódromo da Vila Olímpica de Manaus (bairro Alvorada, zona oeste); e online, na plataforma: www.expoagroam.com.br.

Em discurso, o superintendente relembrou que a agropecuária é uma integrante da tríade pela qual a Suframa foi criada, ao lado dos vetores da indústria e do comércio. O general também destacou algumas medidas articuladas pela Autarquia para fomentar o setor primário na região. Caso da Resolução nº 02/2021 do Conselho de Administração da Suframa (CAS), a qual incentiva investimentos voltados à utilização de insumos de natureza agrícola e extrativa vegetal que tenham sido extraídos, coletados, cultivados, criados, produzidos ou industrializados na região. “A intenção é estimular a atração de bioindústrias e agroindústrias nos 151 municípios da Amazônia Ocidental (Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima). Assim como a Suframa não é só Manaus, a Suframa também não é só indústria. Vemos o setor primário como essencial para a criação de emprego e renda para os habitantes da região”, frisou Polsin.

Outra iniciativa destacada pelo superintendente foi a possibilidade de parcerias do setor produtivo com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) para a utilização de pesquisas na área da bioeconomia. Também foi salientada o avanço na regularização fundiária do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS), com o lançamento de um edital, em fevereiro do próximo ano, para a oferta de 267 lotes cujo propósito é a atração de agroindústrias, bem como a formação e o desenvolvimento de cadeias produtivas.

“Na próxima terça-feira, 14, com a presença do vice-presidente da república, general Hamilton Mourão, estaremos em Porto Velho-RO, para fazer o lançamento oficial da Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira, projeto que abrange 32 municípios do Amazonas, Acre e Rondônia, onde, com a sinergia de vários atores institucionais, promoveremos ações objetivando a geração de emprego e renda lícita para a população. Melhorando assim a qualidade de vida e, ao mesmo tempo, promovendo o desenvolvimento sustentável e contribuindo para a conservação da nossa floresta em pé, explicou Polsin.

A abertura oficial da Expoagro também contou com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony, representando o governador Wilson Lima; secretários estaduais; autoridades municipais; além da diretora do departamento de Suporte e Normas do Ministério da Agricultura, Judi Maria de Nóbrega, representando a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Como parte da programação da feira, também ocorre o 2º Seminário de Bioeconomia do Amazonas, iniciativa cujo objetivo é o de apresentar o potencial econômico dos produtos da sociobidiversidade amazônica.

Durante a 43ª Expoagro, será concedida isenção do Imposto de Produtos Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os produtos comercializados durante a feira. A previsão dos organizadores é que o evento gere cerca de R$ 100 milhões em negócios, contando comercializações de máquinas, implementos e insumos, além de animais, como bovinos, caprinos e ovinos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.