Últimas

Atendimento em supermercados amplia acesso à vacina contra a Covid-19

Apesar de já ter superado os 80% da população acima de 12 anos com o esquema vacinal completo contra a Covid-19, a Prefeitura de Manaus espera aumentar o número de pessoas com as doses iniciais e com as doses de reforço, com o funcionamento de novos pontos de vacinação a partir do dia 13/1 em supermercados da capital.


As unidades de funcionamento temporário serão somadas às 52 que já fazem o atendimento diário à população e, de acordo com a titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Shádia Fraxe, irão ampliar o acesso dos usuários à vacina e, principalmente, incentivar os que ainda não iniciaram ou não completaram o esquema vacinal.

“Serão aproximadamente 10 supermercados com equipes de vacinação à disposição do público das 9h às 20h”, informou Shádia, ressaltando que a lista completa das unidades está sendo definida por técnicos do estado e do município.

A oferta das doses em supermercados foi anunciada na manhã desta terça-feira, 11/1, pelo Governo do Amazonas, em parceria com a Prefeitura de Manaus, no Centro de Convivência Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, na zona Norte, onde está localizada atualmente a carreta de vacinação. “A utilização de supermercados como pontos de vacinação é uma estratégia já adotada pela coordenação local do Programa Nacional de Imunização, sempre com bons resultados”, observou a secretária.

Shádia destacou que a procura pela vacina contra a Covid-19 aumentou neste início de ano em relação às últimas semanas de dezembro. “Fechamos o ano com uma média de 5 mil a 6 mil vacinados por dia e agora voltamos ao patamar de 13 mil atendimentos diários nos mais de 50 pontos distribuídos pela cidade”.

Mais de 3 milhões de doses

Próximo de completar um ano de realização da campanha, em 19 de janeiro, o município aplicou mais de 3,4 milhões de doses de vacina. Mais de 90% do público vacinável recebeu pelo menos uma dose de vacina e mais de 80% já completou o esquema vacinal. Mais de 320 mil pessoas já receberam a dose de reforço (terceira dose).

Apesar da cobertura vacinal elevada, 128.960 pessoas ainda não receberam a primeira dose e 271.785 não completaram o esquema de duas doses. “Não faltam vacinas, o que falta é essa parcela da população responder ao nosso chamado, mas todos os esforços estão sendo feitos para que isso ocorra”, salientou Shádia Fraxe.

Foto - Camila Batista / Semsa e João Viana / Arquivo Semcom

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.