Últimas

Com estrutura moderna, PAC da Compensa otimiza serviços prestados à população

Após 21 anos de existência, pela a primeira vez, o Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), situado no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus, passou por serviços de reforma.


O espaço foi reinaugurado pelo governador Wilson Lima, no fim do ano passado, e agora, totalmente modernizado, está otimizando os serviços prestados por servidores lotados na unidade à população.

O espaço modernizado faz parte de um projeto do Governo do Amazonas para reformar unidades do PAC em Manaus, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).

“Nós temos um dos maiores atendimentos aqui com o Detran, Bradesco, Correios, Junta Militar. Hoje também estamos trazendo para cá um serviço que é o Idoso Empreendedor, que faz parte de uma das nossas secretarias executivas da Sejusc, e também a pessoa com deficiência, que também vai fazer parte dos serviços prestados nesse PAC”, explicou Franci Mendes, secretária executiva de cidadania da Sejusc.

Com demanda diária de aproximadamente 1.700 atendimentos, o PAC Compensa tem parceria firmada com a Águas de Manaus, Banco Bradesco, Correios, Junta Militar, Polícia Civil (PC-AM), Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM), Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef) e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

O servidor da Sejusc, João Dantas, que atua na unidade desde a sua criação, destaca o orgulho de trabalhar no PAC Compensa. “É um incentivo a todos os colegas de trabalho e, principalmente, a população do bairro Compensa e bairros próximos. E é isso, é um prazer trabalhar atendendo o povo da periferia da Compensa”, destacou o servidor.

Próximas reformas – O cronograma da Sejusc prevê melhorias nos PACs Alvorada e Educandos, nas zonas centro-oeste e sul de Manaus, respectivamente. Durante o período de execução dos trabalhos, os serviços são deslocados para outras unidades, sem que a população fique desassistida.

FOTOS: Herick Pereira/Secom

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.