Morre segundo preso que foi fuzilado em viatura da Polícia Civil em Manaus

Manaus (AM) – Antônio Marlon Silva dos Santos, de 48 anos, um dos presos que foi fuzilado durante o ataque à viatura, morreu na noite desta quinta-feira (6). Após ser alvejado, ele foi socorrido ainda com vida e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. Devido a gravidade dos ferimentos na cabeça, ele estava sendo conduzido ao Platão Araújo, na Zona Leste, quando teve parada cardíaca e não resistiu

Durante o momento em que a viatura da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) foi metralhada por criminosos que, supostamente, queriam ‘queimar’ os arquivos, Matheus Danilo Barros, vulgo ‘Percatinha’, de 24 anos, foi morto.

Antônio Marlon e Patrick Régis de Sena, de 28 anos, foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Bastante feridos, eles receberam os primeiros socorros e foram conduzidos à unidade de saúde.

Os três homens abatidos estavam na viatura que foi fuzilada, supostamente, por membros de uma facção criminosa rival da que as vítimas atuavam. Ele era do bairro São Raimundo, zona Oeste de Manaus, e conhecido por liderar um grupo criminoso na região.

Segundo informações, os presos estariam saindo de uma audiência de custódia que aconteceu no Fórum e no momento em que os Policiais levavam eles até a cadeia pública, foram surpreendidos por bandidos que atacaram a viatura. O primeiro alvo morto, o ‘Percata’, seria o responsável por articular as ‘missões’ na organização.

Uma investigadora da Policial Civil acabou sendo atingida por estilhaços no momento do tiroteio, mas passa bem.

Fonte: Portal do Holanda

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem