Prefeitura de Manaus intensifica apoio logístico e técnico ao setor primário

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), tem intensificado o apoio logístico e de assistência técnica de extensão rural a produtores do setor primário de Manaus.


Nesta semana, a equipe do Departamento de Agricultura e Abastecimento (DAA) da secretaria iniciou visitas técnicas aos avicultores e piscicultores do polo 8, nos ramais do Pau-Rosa e do Brasileirinho, assentamento Tarumã-Mirim, zona Oeste da cidade.

“Ao mesmo tempo que a gente acompanha a forma deles de criar, é possível dar uma orientação técnica, fazer ponderações, com o objetivo sempre de buscar a melhoria da produção. Aproveitamos ainda para fazer um levantamento das necessidades, inclusive, já foi possível identificar várias opções de fomento que a prefeitura, no governo do prefeito David Almeida, pode estar incentivando e apoiando, para que os nossos produtores possam cada vez mais ser assistidos pelo poder público municipal. Nunca se viu uma gestão que olha com tanto carinho assim para a zona rural de Manaus”, explicou a diretora do DAA da Semacc, Meyb Seixas.

Piscicultor há oito anos, Onésimo Costa é um dos beneficiados com a entrega de ração feita pela Semacc, no fim de dezembro de 2021. Ele destacou que seria inviável continuar com a sua produção por conta do alto preço dos insumos, até que a Semacc lhe entregou os sacos com ração. Agora, com o apoio e a assessoria técnica da secretaria, ele explicou que já pensa em aumentar o número de tanques.

“A ajuda que veio da prefeitura, do prefeito David Almeida, nos ajudou muito, incentivou o trabalho para a gente continuar criando nossas matrizes e poder sobreviver, inclusive, com o apoio que estamos recebendo, estou até pensando em fazer mais uns tanques”, garantiu o piscicultor.

Para a Jane Silva, avicultora no ramal do Pau-Rosa, no Tarumã-Mirim, a ajuda da Prefeitura de Manaus, por meio da Semacc, a livrou de um momento difícil. Com mais de mil galinhas em sua propriedade, ela chega a vender quase 970 ovos por mês. “Essa vinda da ração e, agora, da assistência técnica era o que eu mais precisava, a prefeitura veio e me ajudou muito”, declarou a avicultora.

Durante a visita aos produtores do polo 8, a Semacc também garantiu apoio logístico a um produtor de açaí na vicinal Bom Destino. O transporte de 700 mudas do fruto foi uma solicitação do próprio produtor à secretaria. Atuando desde 1999 no polo do Tarumã-Mirim, Luiz Almeida produziu 700 mudas em sua propriedade. Outras 700 mudas, por conta da pandemia, quando ele pegou a Covid-19 e precisou de internação, tiveram de ser produzidas em Manaus.

“São 700 mudas aqui em Manaus e tem mais 700 mudas que eu deixei prontas lá na propriedade para dar continuidade, para iniciar esse cultivo, que a gente sabe que o açaí hoje é, eu diria que pode ser considerado como o novo ‘ouro negro’ aqui da Amazônia”.

Além do transporte das mudas de açaí, a equipe da Semacc também fez o levantamento da área e prestou assistência técnica sobre o potencial produtivo e sobre o plantio das mudas. Luiz Almeida afirmou que é a primeira vez que recebe esse tipo de apoio do poder público.

“É a primeira vez que eu estou vendo esse trabalho, esse apoio, essa logística. É uma assistência muito importante para o homem do campo”, finalizou o agricultor.

Fotos - Rayner Souza/Semacc

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem